Meio Bit » Baú » Software » A estrada para o KDE 4

A estrada para o KDE 4

04/01/2007 às 20:10

O site ComputerWorld entrevistou Hamish Rodda, representante do projeto KDE na Oceania sobre a aguardada versão 4 de um dos ambientes gráficos mais usados em plataforma UNIX. Além de pinceladas sobre as capacidades cross-plataform do novo ambiente, que rodará baseado na API Qt 4 da Trolltech o artigo fala de usabilidade e de um novo sistema livre para gerenciamento de informações pessoais de usuários em ambientes profissionais.

Batizado de Akonadi o novo framework será um serviço de armazenamento independente do desktop voltado para PIM (personal information management). Segundo Rodda, esse serviço deve criar um grande apelo no mundo corporativo (já muito receptivo ao Linux) e permitir que aplicações de terceiros possam, de forma paralela e concorrente, armazenar e buscar dados sensíveis. "O Akonadi vai permitir que possamos ser ainda mais competitivos em relação ao Microsoft Exchange Server, continuando o trabalho que efetuamos com o servidor Kolab."

Entretanto o impacto do Akonadi deve ser sentido também pelos usuários do KDE no desktop doméstico já que qualquer aplicação poderá ser facilmente adaptada para usar o serviço para tratar dados do usuário que precisem ser armazenados. A idéia é retirar esse trabalho das costas dos programadores de pequenas e médias aplicações para que eles possam dedicar-se mais ao aprimoramento da interface com o usuário, ignorando as rotinas que tratam, armazenam e recuperam dados. Com uma API completamente agnóstica à linguagens ou interfaces o Akonadi deve estar disponível em qualquer lugar do SO.

Combinando isso com o sistema de gadgets em JavaScript implementado no KDE 4 o usuário terá uma experiência muito mais rica e íntima com os seus próprios dados podendo acessá-los literalmente de qualquer lugar do sistema. A idéia por trás desses conceitos é permitir que os programas troquem dados de forma muito mais livre e abrangente dando ao usuário uma nova perspectiva sobre como operar o desktop.

Para aqueles interessados no KDE 4 e nos conceitos sobre os quais baseia-se seu desenvolvimento o programador Troy Unrau criou a série The Road to KDE 4, disponível no blog oficial do projeto, o KDE News. Nessa série o também membro da equipe de desenvolvimento do ambiente livre planeja descrever as inovações e novidades que deverão revolucionar a história do KDE. Em seu primeiro artigo ele mostra algumas das melhorias gráficas do sistema com a implementação das engines de renderização de SVG. Vale acompanhar, pois não é todo dia que se pode ver e conhecer a fundo o processo de desenvolvimento de um ambiente gráfico complexo como o KDE. O KDE 4 ainda não tem dada definida para ser lançado oficialmente, mas todos os grandes desenvolvedores do projeto afirmam que isso ocorre em algum momento de 2007. Mas todo o trabalho já feito até agora pode ser baixado do SVN do KDE e inclui as versões 4 de toda a infra-estrutura do sistema para que desenvolvedores possam compilar e escrever código para a nova plataforma.

relacionados


Comentários