Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Para Level-5, Ni no Kuni não é tentativa de salvar JRPGs

Para Level-5, Ni no Kuni não é tentativa de salvar JRPGs

19/04/2012 às 14:05

dori_nino_18.04.12

De todos os jogos exclusivos que estão para serem lançados pra o Playstation 3, um dos que mais deposito expectativa é o Ni no Kuni: Wrath of the White Witch. O RPG da Level-5 foi lançado no Japão no final do ano passado e deverá chegar ao ocidente apenas em 2013 e sempre que vejo um trailer do game fico espantado com a sua qualidade visual, área que deve ser creditada ao conceituado Studio Ghibli.

É verdade que os RPGs japoneses não tem sido muito elogiados ultimamente, mas este título poderá mudar um pouco da imagem desse tipo de jogo por aqui, porém, para Akihiro Hino, chefe da desenvolvedora, este nunca foi o intuito da equipe responsável pela criação.

Ni no Kuni será um representante dos JRPGs pela qualidade que ele oferece. Isso dito, nós nunca tivemos a intenção de fazer algum tipo de proteção ao gênero. É um jogo bastante japonês e é isto o que estamos mantendo – mas em termos de sistema de jogo, ele não necessariamente segue a fórmula de JRPGs passados. Neste sentido, ele mantêm um estilo japonês, mas ainda é um novo tipo de RPG – ou um novo tipo de jogo.

O interessante é que é exatamente este estilo mais japonês que tem me chamado a atenção no jogo e embora eu tenha ficado um pouco decepcionado com o desenrolar lento do último game da Level-5 que joguei, o Rogue Galaxy, acredito que eles podem ter acertado com este aí e farei o possível para comprá-lo assim que estiver disponível.

O executivo também revelou que quando o Ni no Kuni finalmente chegar por aqui, é possível que ele recebe algumas melhorias, como a inclusão de novas criaturas e até mesmo o lançamento de conteúdo adicional por download.

[via Eurogamer]

relacionados


Comentários