Meio Bit » Baú » Games » Jogos da EA continuam perdendo modos online

Jogos da EA continuam perdendo modos online

20/03/2012 às 7:12

dori_mma_19.03.12

O desligamento dos servidores de jogos da Electronic Arts não pode ser considerado uma novidade (aqui e aqui), mas isso não tem impedido que as pessoas fiquem bastante revoltadas sempre que é divulgada uma nova lista com títulos que perderão suas porções online e agora ainda temos um novo elemento nessa história, o Online Pass.

O problema é que vários jogadores estão reclamando do EA Sports MMA ser um dos que a partir do dia 13 de abril passarão a funcionar apenas offline e em que a empresa adotou o modelo onde é cobrado um valor daqueles que desejam jogar pela internet e compraram o título usado, pois imaginava-se que tal política garantiria uma vida online maior do que o normal. Ainda há o detalhe de que se trata de um jogo que “morrerá” apenas 18 meses após seu lançamento.

Além do jogo de luta, Burnout Revenge, FIFA 10 (PSP e Wii), The Godfather II, Need for Speed ProStreet, EA Sports Active NFL Training Camp, Boom Blox Bash Party e The Saboteur também pararão de funcionar, assim como outros mais recentes como o EA Sports Active 2.0, EA Create e Spare Parts. A justificativa dada pela EA para o fechamento dos servidores, como sempre, está no baixo interesse dos jogadores nos modos online dos games escolhidos para a eutanásia.

no fórum oficial da empresa há inúmeras mensagens indignadas de pessoas que perguntam qual o real significado do Online Pass, já que ele deveria existir justamente para pagar os custos dos servidores e como diz na página sobre a iniciativa, permitir que a produtora “continue investindo na criação de grandes jogos e ofereça serviços online líderes de marcado que estendam a experiência para todos.

Embora eu sempre tenha “defendido” as empresas por achar que a cobrança era válida, como não dar razão a esses consumidores?

[via Beefjack]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários