Meio Bit » Baú » Internet » Paquistão usa adolescente de 15 anos para identificar sites pornográficos

Paquistão usa adolescente de 15 anos para identificar sites pornográficos

15/03/2012 às 11:23

Os países islâmicos –na verdade toda teocracia- são conhecidos por sua profunda repressão sexual, não só contra mulheres e gays, mas até entre homens. Material dito pornográfico é absolutamente proibido, capas de discos ocidentais são alteradas para tapar decotes e pernas de fora, e a Internet é fortemente censurada.

A Nobre Arte da Fapearia deixa de ser um prazer solitário por falta de opção, para se tornar algo a ser ocultado para sua própria segurança. Grandes obras da literatura árabe, como as Mil e Uma Noites surgiram da carência de material fapeatístico de qualidade[citation needed].

Com o advento da Internet a via se tornou mais complicada para os censores desses países, e não é realista para um bando de burocratas querer enfrentar a libido de milhões de adolescentes. A saída é combater fogo com fogo, e foi o que o Paquistão fez.

Um traidor da raça adolescente chamado Ghazi Muhammad Abdullah. Provavelmente descendente da nobre casa de Onan, mostrou que seus 15 anos não eram um empecilho, e sim um grande e estratégico ponto a favor de sua Missão: Fuçar a Internet atrás de material pornográfico, erótico, ofensivo, nu, pelado, safado e libidinoso.

O guri não perdeu tempo. Começou a pesquisar os sites mais questionáveis da Internet, colocou mão à obra e em seis meses compilou uma lista de 780 MIL sites com conteúdo adulto questionável, ofensivo à moral e à fé islâmica.

Ele apresentou a lista para a Autoridade de Telecomunicações Paquistanesa (PTA), que a adicionou a seu enorme banco de dados de material educativo.

Agora o carinha começou a reclamar dizendo que outros sites estão aparecendo e não estão bloqueados. O pessoal da PTA disse que denúncias são bem-vindas, então ele pode mandar mais listas.

A conclusão de que o Ghazi é um traidor do Movimento Onanístico Mundial é totalmente errada. Esse cara é um GÊNIO! Em um país onde acessar pornografia é praticamente crime, ele conseguiu imunidade diplomática para ficar o dia inteiro procurando Pr0n online, e ainda posa de bom moço. Ele é o Nick Ellis da Brasileirinhas!

Fonte: Telegraph

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários