Meio Bit » Baú » Games » Ex-BioWare defende o rápido lançamento de DLCs

Ex-BioWare defende o rápido lançamento de DLCs

13/03/2012 às 13:30

dori_me3_13.03.12

O lançamento de grandes jogos é sempre assim, está cercado de notícias e opiniões de pessoas que os estão jogando ou trabalharam em sua produção e a bola da vez é mesmo o Mass Effect 3. Além da criação da BioWare ter ganhado as manchetes por causa do seu final que não agradou boa parte dos fãs, a disponibilização de conteúdo por download no dia em que o game foi disponibilizado novamente virou motivo de criticas e quem saiu em defesa da desenvolvedora foi Christina Norman, ex-designer da série.

Não há sentido em se lançar um DLC um ano após o jogo ter chegado às lojas, quando a maioria das pessoas já venderam seus jogos para a Gamestop três vezes. Quero dizer que você precisa lançá-lo o quanto antes, até mesmo no dia do lançamento do jogo.

O DLC no dia do lançamento do game é algo terrível para alguns jogadores. Eles reclamam – não sabem nada sobre o DLC, exceto seu nome, mas dizem ‘oh, o jogo deve estar incompleto, deve ser uma porcaria.’ As desenvolvedoras não são más (algumas são), mas na maioria não são más.

Nós queremos lançar algumas coisas fantásticas. Jogadores, por favor, nos dê uma chance. Julguem nossos games baseados no que ele são, julguem os DLCs baseados no que eles são. Pare de pensar que são os produtores e nos dizer quando e onde nós devemos criar nosso conteúdo.

Pior é que em parte eu concordo com a moça e penso que este é um caso semelhante ao do citado anteriormente, quando os jogadores querem decidir, na minha opinião de forma equivocada, como as empresas devem tratar seus produtos, no entanto, ao vermos um DLC sendo vendido no dia em que o jogo é lançado, é difícil não ficarmos com a sensação de que aquele conteúdo deveria estar incluído no disco, sem cobranças adicionais para ser aproveitado.

Mas o que acho engraçado nesses casos é que esse tipo de prática normalmente é feito pelas mesmas empresas, mas as pessoas parecem ignorar isso e continuam comprando seus produtos e a vezes acho que elas deveriam começar a se preocupar mais em aproveitar os games e reclamar menos.

[via Eurogamer]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários