Meio Bit » Arquivos » Games » Justin Bieber sobe nas tamancas e ameaça desenvolvedores iOS

Justin Bieber sobe nas tamancas e ameaça desenvolvedores iOS

24/02/2012 às 18:21

O Pop Star e ídolo teen Jordi Rafael Jairzinho Justin Bieber é alvo de muita gozação online, algumas delas injustas, outras baseadas em indicações sutis de que ele é nerd demais para ser ídolo pop, como demonstrado:

bieberfruta1 bieberfruta2

Como todo nerd, Bieber tem pavio curto (sem duplo sentido, por favor) e não gosta de ser zoado. Tudo bem, ninguém gosta, mas ter 200 quaquilhões no banco e papar a Selena Gomez é um belo de um atenuante. Ao menos deveria possibilitar que ele gastasse seu tempo com coisas mais úteis do que xingar muito no Twitter.

Mesmo assim como todo metrossexual, mesmo em estágio embrionário, Bieber não gosta quando alguém brinca com ele, vira bichhhhhhhhhO e bate o pezinho, não, claro, no sentido mais másculo de bater o pé, como o de Roberto Leal.

O Alvo do Bieber (e consequentemente de todas as biebertards do planeta) são dois caras chamadas Mark Kaye e Robb Chamberlain. Eles desenvolveram um joguinho-paródia chamado Joustin’ Beaver.

joustin

No jogo você é uma xoxo um castor pop star, flutuando em uma tora (você imaginou que eu soltaria um “ui!” agora, né? Errado. Este é um blog de respeito) e sendo perseguido por paparazzi. Seu objetivo é chegar até suas fãs

IMG_2329

Se você não acertar o fotógrafo-lontra na hora certa ele tira uma foto sua e você vai parar na capa de um site sensacionalista, como demonstra este vídeo rápido da aplicação:

Sim, é uma besteirinha kibando descaradamente o River Raid, algo que qualquer um deixaria de lado depois de 5 minutos e só vale os US$0,99 pela piada. Tanto que lançado no começo do mês, o jogo só tem 23 avaliações. Qual a melhor forma de lidar com isso, se você fosse o Bieber?

Exato, ignorar. A pior? Chamar atenção para o jogo, fazendo com que ele seja descoberto pela mídia.

Foi o que a versão mais feminina da Ellen Page fez. Através de seus advogados Bieber ordenou que o joguinho seja retirado do ar, inclusive exigindo um relatório detalhado das vendas.

Além de ser uma atitude mimizenta e antipática, pois o jogo não tem nada de ofensivo, Bieber demonstra (ok, seus advogados demonstram, mas ele é o alvo fácil aqui) ignorar TOTALMENTE a legislação americana, onde o direito de paródia é mais que fundamentado na Constituição.

A decisão mais famosa da Suprema Corte dos EUA veio no caso Hustler Magazine vs Falwell, onde a publicação pornoquestionável de Larry Flynt veiculou uma paródia de um anúncio da Campari trazendo uma entrevista absurdamente falsa de Jerry Falwell, um mega-popular pastor fundamentalista daqueles que adora odiar negros, gays, pobres, imigrantes, etc.

No anúncio Falwell “falava” barbaridades, era evidente a paródia, mesmo assim ainda colocaram um rodapé explicando que sim, era uma piada.

Falwell foi pro pau (no sentido figurado, não no do pastor Ted Haggard) e a briga foi parar na Suprema Corte. Lá foi definido que embora a Liberdade de Expressão seja limitada quando há intenção de malícia e as informações usadas são falsas, quando da paródia o humorista não pode ser penalizado por usar informações verdadeiras, pois muito da paródia e da caricatura vem de ressaltar características físicas ou acontecimentos da vida dos parodiados.

Bieber não tem a menor chance de ganhar essa briga legalmente, ele é figura pública e sacaneado em tudo que é canto. No último episódio de House o dito-cujo explica a um paciente que seu nível de testosterona está abaixo de “Bieber”.

Mesmo assim, prevejo que Joustin’ Beaver irá ser removido da AppStore.

Link para o jogo

Fonte: BNB

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários