Meio Bit » Baú » Games » Pirataria é justificativa para cartões proprietários do Vita

Pirataria é justificativa para cartões proprietários do Vita

23/02/2012 às 11:30

dori_psv_23.02.12

Entre as várias novidades adotadas pelo Playstation Vita, uma das que mais agradaram os jogadores foi a aposentadoria dos UMDs. Eu até achava os disquinhos simpáticos, mas além de o mecanismos necessário para utilizá-los consumir muita bateria do PSP, ele é irritantemente barulhento e acredito que a adoção de cartuchos para distribuir os jogos foi uma ideia acertada da Sony. Mas você sabia que foi a pirataria que levou a fabricante tomar tal decisão?

Esse foi o centro das atenções nas especificações iniciais do aparelho.” Explicou Scott Rohde, vice-presidente sênior da Sony Worldwide Studios. “Precisávamos ter algo que iria combater a pirataria desde o primeiro dia e é por isso que os cartões que você comprará para os jogos estarão num formato proprietário. E nesses dias, tantas pessoas dizem que ‘proprietário’ é uma palavra ruim, mas isso é algo que sentimos ser completamente necessário para termos certeza de que as pessoas não conseguirão piratear esses jogos.

Quero dizer, é uma solução de segurança customizada em cada um daqueles cartuchos. É algo em que estamos confiantes de que nos protegerá da pirataria por muito tempo.

Agora lhes pergunto, será que o pessoal da Sony é assim tão inocente? Eles possuem a experiência do próprio UMD, que mostrou que formatos proprietários não são uma grande barreira para frear as cópias ilegais e quem gostaria de chutar um prazo para que o Vita esteja infestado pela pirataria, talvez até num mesmo nível que o PSP esteve?

[via Gamasutra]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários