Meio Bit » Baú » Games » Para game designer, cultura japonesa pode ser um grande diferencial

Para game designer, cultura japonesa pode ser um grande diferencial

20/02/2012 às 9:35

dori_dyn_20.02.12

Muito do que temos nos jogos hoje em dia deve-se as ideias da indústria japonesa, mas com o passar dos anos ela perdeu força e se antes conseguíamos apreciar sem problemas alguns conceitos propostos pelos game designers de lá, hoje vemos muitos deles como aberrações.

Mesmo assim, para Kenichi Ogasawara, chefe de produção da série Dynasty Warriors, é exatamente a cultura local que poderá servir como um grande diferencial para que os jogos produzidos por lá se destaquem.

Olhamos para a maneira como os desenvolvedores ocidentais fazem e apresentam seus jogos, em termos de cenas não interativas, gráficos e tudo mais, e tentamos usar essa abordagem no desenvolvimento. Infelizmente não conseguimos o resultado desejado.

No Japão houve um crescimento de jogos de ação em terceira pessoa, mas algo que os desenvolvedores japoneses ainda possuem é um grande tesouro da nossa indústria, nossa cultura. Há muitos elementos da nossa cultura que ainda não foram mostrados para o mundo; muitas coisas que ainda estão guardadas em casa. São coisas que podemos mostrar da maneira correta, que o mercado global pode entender.

A grande dificuldade mesmo parece estar em eles conseguirem entregar parte dessa cultura de uma maneira que não pareça muito estranha para nós e tenho quase certeza que todos aqueles que cresceram vendo um encanador comendo cogumelos para ficar mais forte ou se encantaram com a aventura de Amaterasu concordam que o mundo dos games precisa da… extravagância japonesa.

[via Gamasutra]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários