Meio Bit » Baú » Games » Salem, um MMO com morte permanente

Salem, um MMO com morte permanente

17/02/2012 às 13:05

dori_sal_13.02.12

Embora a generosa oferta de checkpoints nos games atuais tenha diminuído bastante a frustração de morrermos nos jogos, vez ou outra somos apresentados a títulos que podem ser muito frustrantes, como o Demon’s Souls, mas você já pensou como seria encarar um jogo em que ao cometermos algum erro teríamos que começar tudo de volta ou pior, não poderíamos mais jogar?

Pois este será um dos diferenciais do Salem, MMO gratuito da Seatribe que se passará na Nova Inglaterra durante o século 17, oferecendo ao jogador muito folclore, alquimia e claro, bruxas.

Isso torna o seu personagem um investimento e não algo que você pode desperdiçar com atos aleatórios que prejudiquem a experiência de outras pessoas,” disse Björn Johannessen, diretor criativo do jogo, “a morte permanente impede a bagunça online mais do que qualquer outra coisa.

Isso deverá acontecer porque de acordo com o estúdio sueco, quando cometemos um crime sério no jogo, como matar, roubar ou praticar vandalismo, deixamos pistas que outras pessoas poderão usar para chegar até nós e assim nos punir com a morte, o que consecutivamente nos tirará do game.

Considero a ideia muito interessante, já que pode tornar o mundo virtual mais agradável e aumentar muito a imersão, principalmente por causa da época em que se passará o jogo, mas aí vejo um vídeo com a jogabilidade do Salem e ao contrário do que a imagem conceitual acima pode sugerir, ele terá um visual muito mais infantil.

Depois dessa, sinceramente Seatribe, parem o desenvolvimento desta porcaria e comecem tudo de volta, mantendo apenas a ambientação e a morte permanente.

[via Massively]

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários