Meio Bit » Baú » Games » FIFA UltimateTeam, uma mina de ouro (e de problemas)

FIFA UltimateTeam, uma mina de ouro (e de problemas)

09/02/2012 às 12:59

dori_fut_06.02.12

Nós estamos cansados de ver ideias estúpidas sendo implementada pela indústria, mas vez ou outra algum gênio consegue propor algo que se torna uma espécie de presente para os jogadores e uma excelente maneira da desenvolvedora lucrar. O modo FIFA Ultimate Team (ou simplesmente FUT) é um desses casos.

Basicamente o negócio funciona como uma álbum de figurinhas (ou melhor, cards), nos oferecendo uma certa quantidade de itens - como jogadores, uniformes e estádios - quando criamos um time e nos dando a possibilidade de comprar novos pacotes, até mesmo através de leilões virtuais, conforme ganhamos partidas e campeonatos. O segredo está em nos manter jogando para melhorarmos nossa equipe, nunca sabendo quais cards virão no próximo pacote, o que mostrou-se extremamente viciante.

Só que há um detalhe no FUT, a EA Sports permite que o jogador adquira novos itens também com dinheiro real e o estúdio revelou alguns números internos que mostram que apenas entre setembro e dezembro passado esse modo rendeu aos cofres da companhia mais de 39 milhões de dólares, com previsão de atingirem US$ 100 milhões em vendas digitais até o fim de março, sendo que a arrecadação virá principalmente da venda de cards no jogo.

Com mais de dois milhões de pessoas utilizando o serviço, parece óbvio que com tamanho faturamento a EA esteja atenta aos possíveis problemas que possam aparecer no FUT, mas infelizmente não é isso o que está acontecendo. Além de a compra de itens com dinheiro real ser apontado como o ponto principal para uma série de roubos de contas da Xbox Live, há um bom número de jogadores que simplesmente não estão conseguindo aproveitar o FUT.

O problema acontece após terminarmos uma partida, quando o jogo nos apresenta um aviso de que fomos desconectados dos servidores da EA e o resultado não pôde ser registrado, afetando as partidas disputadas online ou offline, mas apenas nesse modo.

O pessoal da EA Sports já reconheceu a falha e que está buscando uma solução, mas repare que a informação foi passada em dezembro e desde então não tivemos novidades. Eles alegam que apenas 2% das pessoas estão sendo afetadas, mas é fácil encontrar vários jogadores no fórum do jogo reclamando do erro e eu mesmo sou um deles. Eu queria realmente continuar jogando e até estava pronto para comprar alguns pacotes de cards, mas até que a falha seja resolvida, a EA não verá a cor do meu dinheiro, mas o pior é saber que não posso aproveitar o game por qual paguei caro, simplesmente porque ele possui um bug que a desenvolvedora não consegue corrigir.

[via Eurogamer]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários