Meio Bit » Baú » Mobile » Estudo demonstra: Celular não só não causa como previne câncer

Estudo demonstra: Celular não só não causa como previne câncer

05/12/2006 às 21:53

priscilafantin.jpg Os números não mentem. No maior estudo já feito envolvendo celulares e câncer, 420 mil dinamarqueses usuários de celulares foram mapeados, incluindo 52.000 com mais de 10 anos de uso de celulares e alguns com mais de 21. No final da pesquisa foram apurados 14,249 casos de câncer entre eles, abaixo da média nacional, que seria de 15,001.

Cientificamente provar uma negativa é muito complicado, mas a simples falta de estudos consistentes comprovando a ligação entre celulares e câncer já é boa indicação.

Um bom exemplo da paranóia é a proibição de celulares em postos de gasolina, pois não são proibidos walkie-talkies, Nextel, rádio FM e nem as transmissões de rádio e TV que passam o tempo todo através do posto, da gasolina e nos frentistas. Não há registro de nenhum posto de gasolina explodindo por ficar ao lado de uma ERB de celular, em mesmo conheço um que fica a 50m de uma estação.

O grande erro aqui foi a expressão RADIAÇÃO eletromagnética, que dá a idéia do celular usar algo maligno, diferente de rádio e TV. Infelizmente a maioria das pessoas não percebe que andar no Sol de meio-dia é se expor a centenas de vezes mais radiação eletromagnética do que um reles celular. Lembre-se, use filtro solar, é meu único conselho.

Ou então forre suas paredes com papel-alumínio, aterre, e desligue todos os equipamentos emissores de ondas de rádio, como seu computador, seu telefone sem-fio (muto mais potente que um celular) e, claro, o motor de seu carro.

Fonte: USA Today

relacionados


Comentários