Meio Bit » Baú » Games » Para Rovio, pirataria nem sempre é algo ruim

Para Rovio, pirataria nem sempre é algo ruim

31/01/2012 às 13:00

dori_ang_31.01.12

A pirataria de games é algo tão controverso que nem mesmo dentro da indústria há um consenso, com algumas pessoas defendendo a ideia de que ela está diminuindo o lucro e matando empresas, enquanto que outras se não a defende, ao menos não tem medo de dizer que a distribuição ilegal pode ajudar a fortalecer a marca, consecutivamente trazendo novos consumidores.

Quem está nesse segundo grupo é Mikael Hed, CEO da Rovio e que declarou também que além de tomar atitudes legais contra as pessoas que baixam jogos ilegalmente é algo inútil e que só serve para afastar potenciais consumidores, as empresas de games precisam mudar a maneira como olham para os jogadores.

Pegamos algo da indústria fonográfica, que foi parar de tratar nossos consumidores como usuários e começar a tratá-los como fãs. Fazemos isso hoje: falamos sobre a quantidade de fãs que temos. Se perdemos esse fãs, nosso negócio se foi, mas se conseguimos aumentar a quantidade de fãs, nosso negócio crescerá.

A pirataria pode não ser uma coisa ruim: ela pode nos trazer mais negócios no fim das pontas.

Eu gostaria de saber se o Sr. Hed teria a mesma opinião caso a sua empresa fosse responsável pela criação de três ou quatro títulos por ano que custassem aos seus cofres 40, 50 milhões de dólares cada um para ser desenvolvidos e que antes mesmo de chegar oficialmente às lojas já estivessem sendo vendidos (ilegalmente, claro) em por R$ 5 banquinhas ou fossem disponibilizados gratuitamente em sites de compartilhamento.

No fundo nunca consegui concordar muito com essa ideia de que um jogo, software, música ou filme precisa ser pirateado para se tornar popular e que as cópias ilegais se tornam aceitáveis sob o pretexto da disseminação cultural, mas infelizmente esta desculpa tem sido uma das que mais tenho ouvido ultimamente e agora a publicidade também parece ser uma maneira distorcida de justificar a pirataria.

[via VG247]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários