Meio Bit » Arquivos » O quê aproveitar de um acidente?

O quê aproveitar de um acidente?

29/11/2006 às 15:19

O acidente com o vôo 1907, em setembro, foi o maior desastre aéreo da nossa história. Deixou 154 mortos. Centenas de famílias terão um Natal mais triste.

Mas é preciso olhar para a frente. Evitar que isso se repita, melhorando processos e equipamentos.

Segundo a Folha, a FAB finalmente reconheceu um "ponto cego" nos radares do CINDACTA. Esse assunto era um rumor há anos e foi preciso a vida de 154 pessoas para que as autoridades aceitassem o fato.

Não ficarei discutindo se alguém culpa, se poderia ter sido evitado... o ponto é que, agora, temos uma boa chance de investir em algo crucial para nossa indústria: Radares de Alta Sensibilidade. A Finep poderia abrir um edital e incentivar a pesquisa e produção desses equipamentos em solo nacional. Ganharíamos duas vezes: mais segurança no tráfego aéreo e conhecimento em áreas sensíveis ( que, em último caso, nos tornam mais competitivos ).

Muita gente torce o nariz para a pesquisa em Tecnologia de Defesa. Talvez porque ela seja mais usada no ataque... no entanto, é com a tecnologia de ponta desenvolvida para os militares que o setor civil mais se beneficia. Nailon, freios ABS, GPS, DSPs, internet... quase tudo na tecnologia atual é fruto das pesquisas militares. E o Brasil tem um défict enorme na área.

Precisamos nos recuperar e rápido. Por que não começar agora?

relacionados


Comentários