Meio Bit » Baú » Hardware » Conceito (muito) idiota do dia: E-Mictório

Conceito (muito) idiota do dia: E-Mictório

10/01/2012 às 21:49

e-urinal-1

Produtos-Conceito em geral são coisas idiotas, impraticáveis, economicamente inviáveis ou indesejáveis. Há idéias que são essencialmente ingênuas, como uma “árvore artificial” composta de estruturas ocas de vidro cheias de microrganismos, que absorveriam gás carbônico e expeliriam Oxigênio. Sim, o animal projetou uma tecnologia cara e inexistente para substituir… uma árvore.

Outros são claramente projetados por gente que nunca usou ou estudou o uso daquela categoria de produtos. É o caso desse mictório inteligente. A idéia é que o sujeito aproveite que está reciclando a cerveja e verifique seu estado de saúde.

Sensores instalados no mijador identificariam temperatura, glicose, salinidade, bilirrubina, uréia, presença de sangue e sabe-se lá quantos mais outros fatores presentes na urina. O aparelho ainda daria uma nota indicando a quantas anda sua saúde e teria um… histórico.

Então vejamos: O sujeito iria em um banheiro público e ao invés de entrar e sair ficaria uns 10 minutos estudando os resultados de um exame de urina.

Um mictório inteligente (espero que essa SIRI curta Esportes Aquáticos) exibiria para qualquer um a seu lado, informações médicas altamente pessoais.

Você teria que selecionar os botões na tela de toque com os dedos, os mesmos que você usou para segurar você-sabe-o-quê.

O sujeito que acabou de sair e também usou as teclas tinha cancro-mole de origem herpes-lúpica, chato e gangrena peniana bacterial. Meus parabéns.

Atrás de você (epa) uma fila se acumula, pois ao contrário das mulheres homens costumam entrar e sair do banheiro, mas agora cada aliviada demora 10 minutos, entre as 3 balançadas (mais de 3 é masturbação, e portanto pecado) e o estudo dos dados.

Os hipocondríacos, que não sabem que álcool e outras bebidas afetam a composição da urina, gastarão milhares de horas de seus médicos ligando desesperados depois do 3o chopp.

Para manter um histórico é preciso algum tipo de identificação, e por menos que eu seja ligado nessas paranoias de Big Brother, acho que meu mictório controlar quantas vezes vou ao banheiro é um pouco demais.

Fonte: Yanko Design

relacionados


Comentários