Meio Bit » Arquivos » Internet » App baseada em imagens e textos anônimos é assolada por trolls e é tirada do ar. Quem poderia imaginar?

App baseada em imagens e textos anônimos é assolada por trolls e é tirada do ar. Quem poderia imaginar?

03/01/2012 às 18:01

postsecret O Postsecret é um blog/projeto de arte com um conceito interessante: As pessoas criam um cartão postal contando um segredo, enviam para o blog e ele é publicado, de forma totalmente anônima. O resultado são mensagens chocantes, tristes, inspiradoras, emocionantes, perturbadoras. Um belo quadro da condição Humana. É um sucesso e uma versão madura de sites como o VDM, FML e similares.

Dito isso os responsáveis pelo PostSecret são completos idiotas, ingênuos ou idiotas ingênuos.

Eles lançaram uma App de iPhone criando uma rede social onde membros poderiam disponibilizar seus segredos de forma automática, sem moderação E interagir entre si, sem moderação.

Visualize: Uma rede onde as pessoas abrem seus segredos mais íntimos e que podem ser comentados, respondidos, destrinchados pelos outros leitores. De forma totalmente anônima. Se você tem mais de 2 dias de internet já imagina o caos.

Anonimato na Internet é algo que caiu como uma bênção para todo um grupo de adolescentes em crise de autoestima que precisam desesperadamente de um momento de autoafirmação. Gente –e isso já comprovei na prática- que ao vivo fica olhando pro chão pra evitar te encarar, por trás do monitor se torna monstro xingador ameaçador e implacável.

Colocar gente emocionalmente fragilizada expondo seus segredos publicamente é uma isca de troll como nenhuma outra. Obviamente, funcionou. A App foi assolada por babacas postando imagens de cadáveres, cenas de acidentes, fotos pornográficas. Também começaram a assediar os membros da comunidade, identificando dados pessoais e expondo as pessoas.

Deu caca. A Apple reclamou com o Postsecret, depois várias delegacias e até o FBI ligaram para o site, por causa de conteúdo inadequado na App. Eles tentaram até moderar os posts, uma equipe de voluntários chegou a verificar 30 mil posts por dia. Trolls eram banidos mas rapidamente voltavam com novas contas.

troll

Valendo-se do anonimato os trolls banidos ameaçaram outros usuários, moderadores e até a família do criador do site, Frank Warren. Ele chegou a ser obrigado a remover a App do iPhone da filha, dada a quantidade de barbaridades que apareciam envolvendo a menina.

A App era vendida por US$1,99 e uma versão Android estava a caminho, mas mesmo assim preferiram tirar do ar o serviço. O abuso por parte de um pequeno grupo de sociopatas quebrou o brinquedo, que continua funcionando em ambientes onde é mais robusto o controle de indesejáveis.

O Postsecret tem 1 milhão de fãs no Facebook, 460 mil seguidores de Twitter, 500 mil assinantes da newsletter e 4.1 unique visitors no blog. Obviamente sabem manter os trolls sob controle, nesses formatos.

Por mais que eu desgoste da filosofia de culpar a vítima, nesse caso tenho que reconhecer: Foram muito, MUITO ingênuos. Na Internet de hoje não dá pra dar mole, Toda empresa online precisa de alguém bem canalha, bem fiodazunha pra imaginar as formas mais maliciosas com que o site ou serviço possa vir a ser abusado por gente mal-intencionada. Imaginar que os usuários serão todos bonzinhos e corretos e que quem não gosta simplesmente vai embora é algo lindo, mas irreal.

Fonte:MA

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários