Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Cancelamento de The Last Guardian pode custar caro para a Sony

Cancelamento de The Last Guardian pode custar caro para a Sony

26/12/2011 às 19:45

The Last Guardian cancelamento

Parece que as coisas não andam nada bem para o atual projeto do Team ICO, The Last Guardian. As últimas notícias sobre a saída do produtor do The Last Guardian e da saída do Fumito Ueda da Sony apontam que o projeto vem sofrendo grandes baixas.

Na quinta-feira passada, dia 22 de Dezembro, uma das maiores revendedoras de videogame, GameStop, cometeu o equívoco de anunciar via ligação telefônica automática para alguns compradores da pré encomenda, que o vindouro jogo da Sony, The Last Guardian, havia sido cancelado e que os mesmos seriam reembolsados. O jogo também saiu do banco de dados do site do GameStop e das lojas.

Ambas as empresas esclareceram ao site GamaSutra, dizendo que houve apenas um engano e o jogo continua em produção. Porém, se as pessoas que fizeram a pré encomenda não voltarem a comprar o jogo, isso pode causar uma significante perda de receita para esse projeto tão conturbado.

"The Last Guardian não foi cancelado pela Sony como nós anunciamos incorretamente através de uma ligação telefônica automática para os nossos clientes da reserva. Porque o jogo não tinha uma data específica de lançamento, a GameStop tomou a decisão de remover o jogo do nosso sistema", disse Larin Nixon da GameStop ao Gamasutra. "The Last Guardian vai ser reintegrado para pré-encomenda, quando uma data de lançamento firme for conhecida."

Não lembro da última vez que ouvi falar tanto de um lançamento de um jogo de uma forma tão negativa, ainda mais se formos lembrar da qualidade dos outros dois títulos da empresa responsável pelo desenvolvimento do mesmo. Eu realmente espero que esse projeto chegue a ver a luz do dia, pois no Team ICO eu confio.

[via GamaSutra]

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários