Meio Bit » Baú » Fotografia » Entregar ou não o trabalho em CD

Entregar ou não o trabalho em CD

05/12/2011 às 17:06

Existem algumas coisas que surgiram dentro do mercado profissional de fotografia com o surgimento da fotografia digital que foram positivas para o mercado fotográfico. Outras foram negativas. Uma das coisas que sempre me deixaram com a pulga atrás da orelha foi o fato de alguns profissionais começarem a entregar seus trabalhos (casamentos, eventos, books fotográficos) em CD com as fotos em alta definição. Está prática foi responsável pelo preço dos serviços despencarem, pois na cabeça do fotógrafo iniciante (e até de alguns profissionais mais experientes) o fato de não ter que imprimir um álbum ou fotos avulsas é uma vantagem e economia de tempo e dinheiro. Eu acho isto uma besteira imensa.

Nós não vendemos álbuns ou CDs, nós vendemos nossa visão sobre a fotografia, nosso olhar. Dentro deste olhar está inserido o nosso estilo, nossa arte. Se você não entende isso, então está na profissão errada. Mas, deixem-me contar uma historinha para exemplificar o que estou falando. Mês passado, indo contra todos os nossos princípios, meu sócio aceitou fazer um ensaio de gestante para entregar as imagens em um CD. A gestante era amiga dele e com pouca grana no momento e resolvemos fazer um favorzinho. Ele fotografou e eu ajudei na montagem da luz para o ensaio. Tudo correu bem no estúdio e, em minha opinião, conseguimos fazer um ótimo trabalho ao ver os resultados. Independente do valor cobrado sempre nos esforçamos ao máximo para conseguir a melhor imagem.

Depois de tudo editado e entregue à futura mamãe, oferecemos nossos serviços também para a impressão das imagens de forma profissional, levando assim para as cópias em papel uma qualidade superior. Ela não quis gastar e disse que pensaria nisso no futuro. Até ai tudo bem, mas a surpresa veio alguns dias depois quando a futura mãe apareceu com todas as imagens do ensaio que entregamos impressa em tamanho 10x15cm. A pessoa que revelou as fotos simplesmente destruiu completamente nosso trabalho. Gosto de trabalhar com sombras para deixar bem evidente a tridimensionalidade da imagem. Para quem imprimiu as fotos estas sombras eram defeitos, e o mesmo aumentou a exposição até que toda sombra fosse aniquilada. Com isso toda a imagem e composição foi sumariamente destruída, entregando uma foto com muita granulação, sem nitidez e texturas. Ou seja, um bom trabalho que pode ir para o lixo.

Óbvio que nossa indignação com o fato foi expressa para a cliente, mas a partir do momento em que ela levou o CD com as imagens para casa, perdemos completamente o controle de nossa criação. Agora, ao mostrar as imagens hediondas para as amigas, ela vai afirmar que nós fizemos aquelas fotos e nossa reputação vai para o esgoto. Sei que existem diversos fatores que determinam como um profissional trabalha, mas depois deste fato eu tenho certeza que entregar os originais em CD para o cliente não é a alternativa mais viável. Afinal de contas eu vendo imagens e não batatas. Prefiro perder estes clientes que buscam apenas o precinho fácil do que perder o controle sobre minha criação e ainda levar fama de mau fotógrafo.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários