Meio Bit » Baú » Games » PETA critica Battlefield 3 por crueldade contra animais

PETA critica Battlefield 3 por crueldade contra animais

11/11/2011 às 10:23

dori_rat_10.11

Definitivamente, deve estar faltando muita louça para ser lavada no planeta. Além de se incomodarem com a cenas de sexo ou a violência nos jogos, sabe o que os desocupados de plantão os puristas resolveram fazer agora? Criticar a crueldade contra animais virtuais, tudo porque no Battlefield 3 o jogador pode esfaquear um rato, um mísero ratinho.

O realista jogo de computador Battlefield 3 trata os animais de uma maneira sádica. O jogo dá ao jogador a possibilidade de matar um rato com uma faca de combate para depois levantá-lo pelo rabo, para em seguida jogá-lo fora. Matar animais virtuais pode ter um efeito brutal no público masculino mais jovem. Houve repetidos casos de crueldade de animais na Alemanha, onde jovens os mataram. A inspiração por trás desses casos normalmente vem de filmes e jogos para computador,” dizia a reclamação feita pelo o pessoal da divisão alemã do PETA.

Então pelo o que entendi, matar um rato num FPS, que diga-se de passagem, não deveria ser jogado por menores, pode fazer com que eles saiam por aí estripando animais para depois se transformarem no Dexter Morgan, é isso?

Ainda não joguei o game e não sei o quão chocante a cena pode ser, mas acho que o pessoal da PETA não tem feito muito bem o seu trabalho, afinal, já joguei uma boa quantidade de games onde indefesas ratazanas servem de mira para nossas poderosas armas e não me lembro de ter visto eles reclamando.

Mas o que vocês acham, a reclamação tem fundamento ou eles estão apenas querendo chamar a atenção?

[via GameInformer]

relacionados


Comentários