Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Naughty Dog explica linearidade da série Uncharted

Naughty Dog explica linearidade da série Uncharted

04/11/2011 às 15:25

dori_unch_02.11

Vivemos numa época em que a mistura de gêneros tem se tornado cada vez mais comum no mundo dos games. É comum encontrarmos jogos de ação e aventura que possuam elementos emprestados dos simuladores, dos games de luta e principalmente, dos RPGs, dando mais liberdade ao jogador e permitindo que a aventura, mesmo que em muitas vezes enganosamente, se desenrole da maneira que ele preferir.

Por isso alguns podem estranhar quando um grande lançamento tenta seguir um estilo mais linear, talvez até se parecendo demais com um filme e ao ser questionado se a série Uncharted poderia adotar um enredo mais aberto, o diretor criativo Amy Hennig disse o seguinte:

Esse realmente não é o nosso gênero. Gostamos desse tipo de jogo, como jogadores e fãs de outros jogos, mas para os games de ação-aventura isso não faz muito sentido.

Eles são sobre ter um arco de história muito claro e linear que não permita muita diluição criada pelas escolhas dos jogadores em alguns casos. Sempre chamamos isso de ‘linear amplo’ - com os caminhos que damos, você tem várias escolhas, não é apenas apertar esse botão, e esse botão, e esse botão. Mas precisamos desse controle autoral sobre a história para fazer o que temos feito.

Sendo até incoerente com o que eu disse ao defender a opinião de David Jaffe em relação a uma mudança drástica para a série God of War, ao jogar os dois primeiros Uncharteds não me senti incomodando com a sua linearidade e acho que nos manter sobre um “trilho” foi um sacrifício justo para termos as ótimas campanhas daqueles títulos. Só não sei se permitir mais liberdade ao jogador poderia comprometer tanto o enredo e talvez o problema esteja apenas na maior dificuldade em não deixar pontas soltas ao se criar uma história com diversas possibilidades.

[via CVG]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários