Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Google remove do Market App para identificar usuários Apple

Google remove do Market App para identificar usuários Apple

10/10/2011 às 8:45

gaytest

No começo do ano a Apple foi criticada por grupos conservadores E por defensores de “liberdade de expressão” por remover da App Store uma aplicação chamada “Exodus Internacional”. O conteúdo da app replicava o site da organização, um grupo cristão especializado em tratar e “curar” gays.

Alguns defendem que gays são incuráveis. Nada a ver, eles são é incorrigíveis, esses danadinhos, mas o pessoal do Exodus tem fé em seus métodos de lavagem cerebral e exploração da culpa e inadequação alheias. Conteúdos como “Liberdade da homossexualidade através do poder de Jesus Cristo” não caíram bem nos ouvidos dos membros da comunidade LGBTS, que por algum motivo misterioso não gostam de ser chamados de abominação.

158 mil assinaturas em uma petição foram suficientes para a Apple passar o rodo na App preconceituosa homofóbica e fundamentalista.

Agora foi a vez do Google, que depois de uma campanha via Twitter removeu de forma rápida e eficiente uma App nefasta do Android Marketplace.

na verdade a aplicação é bem mais danosa que a do Exodus, pois se propõe a identificar se um sujeito é gay ou não. Através de um quiz de 20 perguntas idiotas, a “Is My Son Gay?” tinha a arrogante pretensão de determinar a orientação sexual alheia. Complicado, com questões como “Seu filho era tímido quando criança?” ou “Ele gosta de esportes coletivos?”.

Nas mãos de um idiota essa simples aplicação poderia se tornar uma arma, e se um sujeito é obtuso o bastante para achar que o teste é confiável, dificilmente aceitaria um não como resposta.

Liberdade de Expressão não é anarquia, manter no Android Market ou na App Store esse tipo de aplicação é aprovar mesmo indiretamente seu conteúdo. Discursos de preconceito, ódio e discriminação não devem ser tolerados.

De resto, se o pai precisa de uma App de celular para saber se o filho é gay, é tão ausente que não merece saber.

Fonte:Techland

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários