Meio Bit » Arquivos » Miscelâneas » A mídia digital e os ladrões de arte

A mídia digital e os ladrões de arte

15/10/2006 às 16:00

Segundo a Wikipedia, a pirataria moderna se refere à cópia, venda ou distribuição de material sem o pagamento dos direitos autorais, portanto, apropriação da forma anterior ou com plágio ou cópia de uma obra anterior, com infração deliberada à legislação que protege a propriedade artística ou intelectual.

Bom, o objetivo deste artigo é falar sobre a pirataria na mídia digital, tendo mais ênfase aos designers, que também sofrem, e muito, com a pirataria. Eu posso falar sobre isso porque eu sou designer profissional e sei muito bem como tudo funciona. Eu já cansei de receber emails e notificações relatando que alguns de meus trabalhos estão expostos e sendo vendidos paralelamente, sem prévia autorização por escrito, ou seja, estão vendendo o meu peixe enquanto eu fico aqui chupando dedo, sem um centavo sequer no bolso.

Grande parte desse "extravio" de arte estão hospedadas em sites e forums russos e também no MySpace. Portais sérios de design e arte em geral, como o deviantART, GFXartist e Flickr estão entre os mais visados por estes "ladrões de arte". Artistas e mais artistas que divulgam seus trabalhos não só nesses portais, mas em vários outros espalhados pela web, são roubados (e apunhalados pelas costas) todos os dias.

Mas você deve estar se perguntando, por que os artistas não movem uma ação contra esses criminosos?! Simples, meu caro! Pelo simples fato que hospedar arquivos em sites sob jurisdição russa, por exemplo, é a mesma coisa que você gastar toda a sua lábia e por fim acabar levando um fora daquela garota dos seus sonhos.

Quando o roubo vem do MySpace, o artista, com uma certa habilidade, consegue retirar o perfil do infrator do ar, mas só depois de muita insistência com a equipe responsável pelo site. Mas a questão do MySpace não chega a ser tão grave, pois mesmo existindo o roubo de arte, o número de pessoas que ganham dinheiro com elas é baixíssimo. O grande problema é quando o artista vê seu trabalho servindo de template sem nenhum crédito voltado para o real criador. Isto sim é desestimulante.

Concluindo... O designer, quando reconhecido e respeitado, sabe como colaborar. Eu mesmo já perdi o número de autorizações que já cedi, mesmo sabendo que não vou receber nada em troca, ao não ser os devidos créditos, listados onde a arte estiver exposta. E lembre-se, o autor é o criador intelectual, logo, ele merece ser reconhecido e recompensando, de uma forma ou de outra.

relacionados


Comentários