Meio Bit » Baú » Hardware » Positivo lança tablet Xing-Ling Made In Brasil

Positivo lança tablet Xing-Ling Made In Brasil

21/09/2011 às 9:03

positivo

De vez em quando a Positivo acerta, cheguei muito perto de comprar o netbook deles, mas como demoraram muito a lançar, optei pelo Asus, mas quando erram, erram feio.

No caso entraram no trem dos tablets, aproveitando a Medida Provisória 534/2011, a MP dos Tablets, que garante incentivos fiscais como isenção de PIS/Pasep e Cofins para dispositivos de computação sem teclado com tela de toque.

O dispositivo anunciado pela Positivo segundo o Presidente da empresa é “um aparelho 100% feito por brasileiros voltado 100% para brasileiros.”. Sinceramente o brasileiro merecia coisa melhor.

O Ypy (nome do negócio) é tão 100% brasileiro que usa Android. Honeycomb? Não, a versão de 7 polegadas vem com Android 2.3.4. Honeycomb só na de 9,7 polegadas. Aliás, qual a lógica de um tablet 100% brasileiro ser medido em polegadas?

grossopracacete

Note a espessura. O troço é quase um cubo de tão grosso.

Haverá modelo WIFI e o completo, WIFI+3G. Na parte da armazenamento, outra decepção: São duas opções, 10GB ou 20GB. Isso mesmo, Quase 2012 e lançam um tablet com 10GB de armazenamento. Bateria? 8 horas, enquanto o Motorola Xoom, com tela de 10,1 polegadas segura mais de 10 horas.

No pacote você recebe seu… errr… tablet com conteúdo pré-instalado, são 50 aplicativos gratuitos e músicas e vídeo de Ivete Sangalo, Zeca Pagodinho e outros. OK…

Agora a cereja do bolo: Quanto sai essa bagaça, feita no Brasil, com um monte de incentivos para a produção de tablets baratos e acessíveis, combatendo as malvadas empresas estrangeiras como a Apple?

O tablet de 7 polegadas, WIFI (sem 3G) e 10GB de armazenamento sairá por… R$999,00.

Isso mesmo: Equivalente a US$559,00, quase US$60,00 mais caro que um iPad 2 de 16GB. Se o preço é esse com incentivo, imagine sem. E imagine o preço do tablet incentivado de 9,7 polegadas, 3G e 20GB.

Um Galaxy Tab de 7 polegadas, 16GB de armazenamento, GPS, câmera, Bluetooth, WIFI, etc, sem NENHUM incentivo governamental ou fabricação nacional sai, no Submarino pelos mesmos R$999,00.

Pelo que está sendo divulgado o tablet da Positivo não é um negócio da China, até porque os Tablets Android da Deal Extreme são muito mais baratos. Se esse é o resultado do pacote de isenções tão alardeado pelo Governo, estão jogando nosso dinheiro fora.

Fonte: R7

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários