Meio Bit » Baú » Games » Para Inafune portáteis e celulares podem coexistir

Para Inafune portáteis e celulares podem coexistir

20/09/2011 às 13:05

Tem se tornado cada vez mais comum vermos analistas e figuras ligadas à indústria decretando o fim dos portáteis. O motivo estaria no crescimento da popularidade dos celulares como plataformas de jogos, mas mesmo assim boa parte dos jogadores defendem a ideia de que a maior parte dos jogos para smartphones não conseguem entregar a mesma profundidade e qualidade de um título para um videogame.

Quem entrou nessa discussão foi o pai do Mega Man, Keiji Inafune, que usou uma analogia bem simples para mostrar que está do lado dos gamers, acreditando que as plataformas possuem estilo distintos e que por isso podem conviver tranquilamente.

dori_xpe_20.09.11 Você não usa a câmera de um smartphone para fazer uma entrevista e não utiliza uma câmera profissional para tirar algumas fotos enquanto está indo para o trabalho. Se você quer jogar um bom game, você compra um PS3, um Xbox ou esse tipo de coisa. Você não fica no seu iPhone ou em um jogo para seu smartphone durante três ou cinco horas, ninguém faria isso.

Precisamos pensar sobre isso quando fazemos novos jogos, porque está se tornando muito fácil permitir que as pessoas joguem hoje em dia. Elas não precisam comprar grandes consoles para jogar games simples. Então é nisso que precisamos pensar para o futuro.

Serei sincero, até pouco tempo eu acreditava que ainda demoraria muito para um celular conseguir entregar jogos com a qualidade gráfica de um PSP, mas poder de processamento já deixou de ser problema e na minha opinião, o que me impede de considerar seriamente os smartphones como uma plataforma de jogos é a falta de botões físicos. Acho que se o estilo do Xperia Play fosse copiado a situação ficaria melhor, mas não consigo imaginar um iPhone assim, portanto, continuarei preferindo os portáteis.

[via VG247]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários