Meio Bit » Baú » Indústria » “Do No Evil” my ass, Google controla Android com mão de ferro

“Do No Evil” my ass, Google controla Android com mão de ferro

12/09/2011 às 12:50

Quando o Android surgiu um monte de freetards deu as mãos cantando Kumbayá, destilando as maravilhas do modelo Open Source e como ele é mais humano, mais gentil, mais bondoso, mas Odara do que o modelo da Apple ou da Microsoft.

A idéia era que os telefones seriam livres, que não sofreríamos mais nas mãos das operadoras e que não correríamos risco de espionagem ou de sermos abandonados sem upgrades.

Na prática os fabricantes obram e andam para atualizações, elas demoram uma eternidade e sequer saem para todos os aparelhos. Usuários precisam entrar na Justiça para conseguir um upgrade disponível em outros países.

Os Googletards, claro, distanciam a empresa disso tudo, defendem com unhas e dentes dizendo que ela não tem culpa do mau uso do Android, bla bla bla, whiskas sachê.

Agora com a briga judicial entre Google e Oracle veio à tona um documento onde fica explícita a posição da Empresa:

Lead device concept

“Não desenvolva em aberto. Ao contrário, só torne o código-fonte disponível depois da inovação estar completa”.

“Dê acesso antecipado ao software para parceiros que constroem e distribuem dispositivos segundo nossas especificações (ex: Motorola e Verizon). Eles ganham uma vantagem não-contratual de tempo para chegar ao mercado e em retorno se alinham a nossos padrões.”

Quer dizer: Se você dançar conforme a música ganha acesso ao código-fonte do Android ANTES dos outros, Se for um fabricante que não tenha bala na agulha, ou que tenha idéias próprias de inovação, fique chupando dedo esperando o Google liberar os fontes, enquanto os Parceiros Oficiais ganham MESES de dianteira para debugar, otimizar e lançar seus aparelhos.

Isso difere das práticas de outras empresas? Nem um pouco, exceto que as outras não se escondem por trás de um pelotão de usuários iludidos por discursos de boas intenções e promessas falsas de Liberdade e Software Livre.

Fonte: FOSS Patents

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários