Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Philips GoGear Connect 3

Philips GoGear Connect 3

06/09/2011 às 10:52

NewImage

"Fidelio Audio Dock for Androids"

Além do dock para Android recém-lançado pela Philips (acima), a empresa decidiu encarar o fato de que não está pronta para competir no mercado de smartphones e optou se emparelhar a um mercado 100% de monopólio: o dos iPods Touches da Apple.

Com o Zune HD desaparecido e os chineses infestando os bolsos mais rasos, a Philips optou pela oferta do GoGear Connect 3, um player com um touchscreen capacitivo de 3.2" polegadas, conexão wi-fi e o Gingerbread (2.3) batendo por dentro. Okay, lindo, mas só a Philips acredita que alguém carregaria um desses no lugar (ou além de) um smartphone qualquer hoje.

NewImage

"Philips GoGear Connect 3. Não pergunte, eu nunca nem tinha visto os anteriores"

É um gadget... diferente. Especialmente para os dias de hoje e a demanda atual. Digo isso porque apesar de ser possível expandir sua funcionalidade - como o iPod Touch - instalando aplicativos de terceiros via Android Market, a Philips parece não ter percebido algumas coisas. E levando em conta que é o terceiro de uma linha, tudo fica um pouco mais confuso.

A coisa toda ficará limitada à qualquer aplicativo Android que não precisar de uma câmera digital, portanto, o GoGear Connect 3 (eu não sabia nem que existiu um 1 e outro 2) não vai passar de um MP4 todo pimpão, todavia cego. Por exemplo, você pode instalar o Skype mas não poderá fazer vídeo-chamadas. Isso hoje, é estranho.

Das possíveis vantagens, há uma aplicação nativa com a mesma pegada que o Pandora para a descoberta de novas músicas e a garantia confiável da Philips que ele vem com os codecs necessários para tocar todos os formatos populares do mercado.

A empresa também garante que o aparelho aguenta tocar vídeos em 720p HD, o que até surpreende para um media player comum. Existem umas outras coisas nas specificações que, apesar da Philips ter uma ótima reputação para qualidade de som, enrolam-se um pouco com o exagero dos nomes.

FullSound, Sound Personalization e Surround for Movies, são coisas que a marca alega "entregar uma qualidade de som pela qual a Philips já é amplamente renomada". Ok, som bom bastaria. Só faltou passar aquele xaveco do Ambilight 3D-wannabe, com aquelas luzinhas coloridas atrás do player (como nas TVs) e dizer que a cromoterapia cura ressaca...

Sem sync nativo para Mac, quem comprar um ganha de presente um tal de Philips Songbird para o sincronismo com PC. Quem conhece a maioria dos softwares de integração da Philips já sabe o que esperar.

Anunciado no mercado global, porém sem preço.

Via IntoMobile

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários