Meio Bit » Baú » Games » Seria o Facebook tão perigoso para as desenvolvedoras de games?

Seria o Facebook tão perigoso para as desenvolvedoras de games?

01/09/2011 às 13:34

dori_farm_01.09.11

Desde que o Facebook mostrou ao mundo que existe um enorme mercado de jogos casuais disponibilizados via browser a ser explorado, que tem sido discutido se o futuro dos games mais elaborados está ameaçado pelos Farmvilles da vida.

Poucos são os jogadores que aceitam esta hipótese, mas o fato é que muitas grandes desenvolvedoras tem montado ou adquirido estúdios voltados para a criação desse tipo de game e para Sean Ryan, responsável por convencer novas companhias de games a lançar seus títulos na rede de relacionamento, a plataforma deve ser encarada como uma oportunidade e não uma ameaça.

Olhe para divulgação de resultados da Take-Two, EA e até da Activision no momento. Elas estão falando sobre irem para os jogos sociais. Isso causa um problema para elas? Eu não tenho certeza.

Nos últimos 20 anos nós vimos a expansão dos negócios dos games indo do que costumava ser garotos para jovens homens, para agora todo mundo: mulheres e homens de todas as idades. Os jogos não são mais sobre algo que você faz sozinho. Todo mundo joga, apenas em níveis diferentes. O que o Facebook faz através dos jogos sociais, como a Apple e o Google fizeram pelos celulares, é ampliar o tipo de usuários que jogam os games. Então isso é um desafio para as companhias tradicionais? Isso é uma oportunidade.

Mas Ryan admite que eles precisam de uma maior variedade de título, assim como pode ser visto nos consoles ou nos computadores, mas que isso ainda não aconteceu porque o Facebook é muito novo e com o tempo as desenvolvedoras perceberão que existe público para elas na plataforma.

Será que um dia ligaremos nossos computadores com a intenção de jogar algo mais complexo que um “simulador” de fazendas no Facebook? Por enquanto está difícil acreditar nisso, mas com os computadores e as conexões se tornando cada vez mais potentes, além da crescente popularidade dos jogos Free-to-play, eu não arriscaria duvidar disso.

[via Edge]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários