Meio Bit » Baú » Internet » Se a Cicarelli aqui é assim imagine na Argentina…

Se a Cicarelli aqui é assim imagine na Argentina…

23/08/2011 às 9:59

CRISTINA-KIRCHNER Pior, nem é a Cicarelli, é o Assange portenho o responsável inicial pelo imbróglio. Seguindo a moda do Wikileaks surgiu um tal de Leakymails, site que publica documentos comprometedores do Governo Argentino. A Comissão Nacional de Comunicações recebeu uma ordem judicial para tirar do ar o blog.

A alegação é que ele atuaria na “REVELACIÓN DE SECRETOS POLÍTICOS Y MILITARES”.

Como todo bom e velho órgão público, o judiciário argentino está a cargo de homens velhos não tão bons, com a tradicional paixão pela burocracia e total desprezo por qualquer tecnologia que não tenham aprendido até os 5 anos de idade.

Daí a ordem do Señor Sergio Torres, Juez Federal:

“I. DECRETAR PREVENTIVAMENTE el bloqueo por parte de los proveedores locales de servicios de Internet en el acceso al siguiente sitio webhttp://www.leakymails.tk (IP 216.239.32.21).”

É quase tradição: O advogado que redige a petição não tem conhecimento técnico, o juiz que aprova idem e o órgão responsável pela área menos ainda. Os provedores que recebem a tal ordem preferem obedecer SEM questionar ou –principalmente- demonstrar a estupidez do pedido.

Resultado? O IP bloqueado por um monte de provedores da Argentina está associado a mais de um milhão de blogs, que foram sumariamente banidos da Internet Austral. O Google LA está arrancando os cabelos, tentando resolver. Enquanto isso o governo da PILF Cristina Kirchner tenta tapar o Sol com a peneira, já que os documentos do Leakymails já estão mais que disseminados.

Nota: Para um excelente relato sobre documentos comprometedores de verdade, recomendo o livro Crônicas de Uma Guerra Secreta, de Sergio Correa da Costa. É uma verdadeira aula de geopolítica, espionagem e intriga internacional, detalhando as relações entre Brasil, Argentina, Alemanha e EUA durante a Segunda Guerra. Tudo devidamente documentado, repleto de fontes.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários