Meio Bit » Baú » Demais assuntos » São totalmente ilegais, mas os chineses tem um talento para isso: 22 lojas da Apple falsas em apenas uma cidade.

São totalmente ilegais, mas os chineses tem um talento para isso: 22 lojas da Apple falsas em apenas uma cidade.

12/08/2011 às 23:34

Fakeapplestore

"essa loja aí acima, não é da Apple: é ching-ling!"

Eu acho isso realmente incrível. E não sei dizer se para bem ou nem por isso...

Uma varredura oficial de um blogger norte-americano na cidade de Kunming (China) produziu um resultado real - BEM indigesto e que produziu algumas fotografias e vídeos sobre violações descaradas de propriedade e direito autoral.

Algo que sempre populou o imaginário do mercado: chineses falsificam coisas. É a coisa deles.

Até essa semana, a minha visão desse 'talento' sino-mercadológico sempre fora a de um grande container abarrunfado de pequenos produtos cujo desejo de consumo era bem mais, digamos, 'alcançável' para uma massa maior.

Sempre tive em conta que produtos como tênis Ardidas, celulares FOKIA, mp3 players da iPHODE ou roupas esportivas da FUMA atravessavam o mundo, descansavam em barraquinhas multinacionais e iam dormir na casa de mais um feliz comprador.

Já nesse caso, foram três semanas de visitações à diferentes centros comerciais, como Yunnan, tirando fotografias de lojas da Apple.

A diferença é que, apesar da estonteante semelhança às lojas oficiais da empresa, nem mesmo funcionários da própria Apple sacaram que se tratavam de lojas 'inteiras' falsas.

As autoridades chineses identificaram até o momento 22 lojas (puwrra!) não autorizadas e 100% maquiadas para se parecerem com lojas da Apple em Kunming. Wow!

Embora as empresas tenham sido notificadas (Reuters) a pararem imediatamente de usar a logomarca da Apple (AAPL), não só elas continuam lá à todo vapor, como também ninguém sabe dizer se os produtos que estão lá também são falsificados.

O que, em si, não subtrai nada da problemática ao redor de todo o esquema: se forem originais, estes produtos não pagam corretamente impostos, royalties, patentes, bla bla bla. Ou seja, um bruto rombo.

Apenas duas lojas foram fechadas por faltas completas de licenças básicas de funcionamento.

Mas, continuam lá.

Incríveis chineses. Incríveis.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários