Meio Bit » Arquivos » Internet » Pode soar sinistro mas Facebook está atrás dos não-nascidos

Pode soar sinistro mas Facebook está atrás dos não-nascidos

11/08/2011 às 9:15

No mundo das redes sociais quanto maior os números mais bem-sucedida é percebida sua rede. Não importa que 72,5% dos usuários do Twitter tenham entrado na rede no começo de 2009, nem importa que 85,3% dos usuários poste menos de um twit por dia, e definitivamente não faz diferença que 21% desses mesmos usuários nunca tenha postado um twit na vida.[não, não carece de fontes]

Esse usuário ausente conta tanto quando um daqueles loucos furiosos que passam o dia inteiro postando coisas. No final do dia é mais um número, e para os jornalistas, investidores e hypeiros em geral é o que importa.

Por isso o negócio é fazer de tudo para inflar os usuários. Não que eles mesmos já não ajudem, vide a quantidade de gente com quatro, cinco, dez contas fakes no Twitter, os perfis numerados no Orkut “Perfil Lotado, siga XXXXX” e o pessoal que cria conta no Facebook até pro cachorro.

Como aproveitar essa tendência, maximizando a criação de perfis? Já é comum pais “presentearem” seus filhos no nascimento com perfis no Facebook e outras redes sociais. Criam as contas e deixam dormentes, para quando o jovem tiver idade poder usufruir dos serviços. Boa sorte pra quem fez isso no MySpace, Friendster, Fotolog…

O Facebook conseguiu uma vantagem ao ir adiante, ou melhor, antes. Para quê esperar o nascimento? Contando não-literalmente com o ovo no fiofó da galinha, criaram um recurso onde você pode adicionar relacionamentos em seu perfil para gente que não nasceu ainda.

Facebook_unborn_child-580x245

Agora você pode incluir filhos, sobrinhos, etc, com status de ainda não nascido, com direito a data prevista do parto. Não tem campo “idade” pois o valor seria negativo e decrescente, que nem datas Antes de Cristo. Pombas, até o Pedobear reclamaria “novos demais!” pra esses perfis.

Não duvido que o Facebook só esteja esperando uma autorização formal de Nosso Lar para incluir relacionamentos de encarnações passadas e futuras. Não me surpreenderá se tentarem contactar o pessoal que está estudante outros Universos para incluir perfis de gente de realidades alternativas.

Já que é abraçar o ridículo, abracem com força.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários