Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Facebook começa a remover contas de detentos do Estado da California por violação

Facebook começa a remover contas de detentos do Estado da California por violação

11/08/2011 às 9:48

Photo2

"contas as serem excluídas da rede social por violação de uso e não conformidade com a lei dos EUA"

Quando é necessário simplesmente puxar o plug e derrubar tudo? Heis um exemplo.

O Facebook iniciou um processo de fechamento de diversas contas de prisioneiros do Sistema Penitenciário da California (EUA), após um pedófilo condenado ter visualizado páginas pessoais de uma de suas vítimas no Facebook e no MySpace de dentro da prisão.

Pelo menos duas contas foram imediatamente canceladas, enquanto as autoridades locais trabalham para identificar que outras contas foram acessadas pelos internos.

Embora os prisioneiros do estado da California não tenham acesso à internet, eles frequentemente o fazem via smartphones contrabandeados para dentro das prisões, mesmo diante dos esforços para se coibir isso. A lei é bastante severa por lá nesses casos, mas nem mesmo isso e blitzes constantes conseguem solucionar o problema de uma vez por todas.

A vítima em questão tinha 10 anos de iddade quando foi abusada e 17 anos quando foi novamente contactada pelo agressor, que pode descobrir através da internet coisas como o modo com que ela gostava de arrumar seus cabelos e sua marca favorita de roupas.

"Na realidade, eles são limitados apenas por sua imaginação. Temos casos de membros do alto escalão de gangues ordenando crimes e assassinatos a serem cometidos em seu benefício" -- explica a porta-voz do Departamento Prisional da California, Dana Toyama.

Photo1

"uma das centenas de blitzes em busca de celulares e smartphones em prisões norte-americanas"

Uma mudança recente na lei proíbe o acesso à internet. As autoridades agora negociam o remanejamento de certas epígrafes da nova lei para remover compulsoriamente o uso de redes como o Facebook também, o que pode vir a obrigar essas empresas à um novo tipo de controle de contas de usuário.

A mudança não deve afetar os presidiários cujas contas foram criadas antes de seu sentenciamento e não foram utilizadas uma única vez sequer durante o seu encarceramento.

As políticas de segurança e uso do Facebook proíbem que qualquer outra pessoa alimente ou acesse a conta de outrem, o que tem estado a acontecer nos casos em que um prisioneiro pede para que outro, com acesso, atualize sua página por ele para informar seus familiares e amigos.

Andrew Noyes, do Facebook relatou que irão "desativar todas as contas que estejam em estado de violação das leis e regulações Norte-Americanas, ou contas de internos prisionais que tenham sido atualizadas por outras pessoas".

Os números assustam mesmo. Segundo as autoridades, o número de celulares e smartphones contrabandeados para dentro das prisões pulou de 261 em 2006 para 10,760 no ano passado, o que mostra que o problema cresceu. E muito.

No começo desse ano, o assassino em massa Charles Manson foi flagrado por uma segunda vez com um telefone dentro de uma prisão Californiana.

relacionados


Comentários