Meio Bit » Arquivos » Internet » VP do Google solta o verbo e ataca frontalmente a Microsoft, Apple, Oracle, Deus e todo mundo: "Querem estrangular o Android!"

VP do Google solta o verbo e ataca frontalmente a Microsoft, Apple, Oracle, Deus e todo mundo: "Querem estrangular o Android!"

07/08/2011 às 19:54

Google android angry logo

"Android's fooking Angry!"

Há um joguinho novo no mercado e se chama Angry Androids. O garrote apertou demais o pescoço do Google e um executivo botou a boca no trombone...

De acordo com o Vice-Presidente Sênior e CLO do Google, David Drummond, "A Apple e a Microsoft estão jogando sujo".

Segundo Drummond, ao invés de competir e criar novos produtos e funções inovadoras, as duas empresas estão na verdade se contentando apenas em indiciar falsos e infinitos processos de quebra de patentes, na tentativa de conter o rápido crescimento do Android.

Em um blog pessoal no Google, Drummond diz que a Apple, Microsoft, Oracle e outras empresas estão liderando uma "campanha organizada e hostil contra o Android através de patentes fantasmas". E segue:

"Eles estão fazendo isso unindo-se para adquirir as velhas patentes da Novell e da Nortel, garantindo que o Google não as compre antes; procurando através destes processos uma taxa de U$15 de licenciamento para cada dispositivo Android; tentando tornar mais caro para fabricantes licenciar o Android do que o Windows Mobile (o que nós oferecemos de graça) e até mesmo processando empresas como a Barnes & Noble, HTC, Motorola e Samsung" desafabou.

O VP ainda disse que o Google está dedicado a apoiar todos os seus parceiros que estão sendo alvos dessa "campanha" de tribunais, não de mercados.

"Neste momento pensamos que era importante falar publicamente e deixar claro que estamos determinados a preservar o Android como uma escolha competitiva para os consumidores, parando aqueles que estão tentando estrangula-lo".

Segundo Drummond, mais de 550 mil dispositivos rodando Android são ativados todos os dias e isso oferece, de fato, um risco competitivo para as outras empresas do mercado. Mas, quando se sente que não está sendo possível conter o avanço do concorrente com produtos e serviços, vale mesmo dar uma paulistinha na canela e apelar para o juiz? Como fica a percepção do consumidor?

O desabafo do executivo tem como alvo dissecar as ações dos concorrentes que ele considera altamente anti-competitivas, dizendo que "as patentes (quando reais) deveriam ser algo para encorajar a inovação, mas recentemente elas tem sido utilizadas como uma arma para para-la".

E você, o que acha? Trata-se mesmo de uma estratégia meio 'nuvem negra da concorrência' ou 'Android, não quer brincar não desce pro play'?

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários