Meio Bit » Baú » Internet » Anonymous ataca (de leve) a Apple e a moda "Hacker x the Man x Hacker"

Anonymous ataca (de leve) a Apple e a moda "Hacker x the Man x Hacker"

Nova vítima da AntiSec é a Apple.

05/07/2011 às 15:59

Lulzsec

Anon x Apple. Kinda.

No último domingo (3) o Anonymous lançou um ataque moderado ao servidores da Apple. A ação "penteou" uma lista de usuários administradores e senhas a partir de uma tabela dados MySQL.

Uma declaração do Anon confirma que se tratava de uma parte pequena de suas ações de AntiSec (anti-security) mas que estão ocupados com outras coisas:

"Não se preocupem, estamos ocupados em outros lugares" (Anonymous)

O meio utilizado para o ataque não foi informado claramente, embora seja óbvia a tentativa de injeção de SQL.

Segundo relatórios de sites especializados em segurança, é comum a invasão de dispositivos e contas individuais mas, no caso da Apple, ela jamais tinha sido alvo de um hack remoto em seu servidor central.

A maioria das instâncias tidas como alvo de invasões contra a Apple são normalmente contas de usuários, como as do iTunes ou do MobileMe, e comumente envolvem sucessivas tentativas de brute force e engenharia social. Algo que a empresa normalmente responde rápido ou contem a contento sem muitos problemas.

A Apple não se pronunciou a respeito.

The Man x Hackers x Hackers

A ofensiva AntiSec tem atingido uma grande quantidade de alvos. Um dos ataques mais notórios ocorreu não uma, mas três vezes contra o Departamento de Polícia de Fronteiras do estado do Arizona (EUA), do qual uma grande quantidade de informações sigilosas sobre suas operações foram roubadas e publicadas na rede. Isso parece ter sido a gota d'água para aquele governo, junto de outras empresas e organismos que também sofreram ataques pelo mundo, assumirem que a partir de agora todos preferem "caçar" ao invés de meramente "conter" os perpetradores. O discurso hacker de violar qualquer um que represente ideologias de anti-liberdade já não desce mais goela abaixo e agora "the man" contra-ataca.

Com a iniciativa de pronta resposta por parte de governos, organismos, empresas e instituições, grupos mais periféricos com o LulzSec se viram obrigados a desmantelar certas concentrações e inúmeros mandados policiais tem sido emitidos nos quatro cantos do mundo, muitas vezes revelando os elos mais fracos da corrente e grupos paralelos que vão se rompendo pouco a pouco.

No mês passado o grupo LulzSec avisou que estaria se desmembrando e que os seus principais integrantes continuariam trabalhando a partir de outras bandeiras.

Especialistas acreditam que os ataques devem continuar, assim que os integrantes do grupo conseguirem uma maneira de coordenar novas ações e se livrarem das agências de segurança e de três times de hackers de elite (incluindo o Team Poison e o Web Ninjas) contratados para os expor a tempo de evitar isso. É bem provável que se alguma prisão substancial ou dox'ing acontecer no desenrolar das próximas semanas, que os responsáveis sejam outros hackers.

Brasil x Ninguém?

Embora a ação do LulzSec Brasil, em particular, tenha por aqui assumido contornos de papagaiada (CQC de ontem, 4), o grupo ainda se encontra na frente de câmeras canarinhas dando entrevistas, mesmo diante do desmembramento do grupo nos EUA e também de uma possível escurraçada que o hacker brasileiro levou da liderança do LulzSec (listada em nosso fórum pelo ativo leitor Wallacy).

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários