Meio Bit » Baú » Games » Molyneux reclama da monotonia dos jogos modernos

Molyneux reclama da monotonia dos jogos modernos

30/06/2011 às 15:35

dori_moly_30.06.11

Peter Molineux parece ter dedicado os últimos dias para falar, falar e falar. Ao invés de dedicar seu tempo a criar maneiras de agradar os jogadores com seus próximos títulos, o game designer já apontou falhas no Kinect, admitiu que o Fable III não ficou tão bom quanto deseja e agora disparou contra a falta de inovação na indústria. Ao conversar com o pessoal da revista Xbox World 360, ele foi questionado se acha os jogos atuais muito parecidos e respondeu:

Eu adoro novas ideias e inovação. Estou pensando em uma maneira mais diplomática de dizer isso, mas tenho me sentido um pouco entediado de fazer as coisas da mesma maneira nos games. Apesar de adorar todo o drama dos jogos modernos, há essa monotonia neles.

Eles são essencialmente os mesmo - um usa uma paleta de cor verde, outro usa uma paleta cinza; você estará atirando, mergulhando e voando e isso faz parecer que estamos quase no ponto de nos tornamos um pouco como Hollywood, onde eles chegaram nesta rotina nos filmes de ação. Não estou dizendo que já chegamos lá, mas certamente estamos trilhando este caminho. Penso que misturar as coisas com jogabilidade emocional e a maneira como jogamos usando o Kinect… Parece algo novo para mim.

Eu mesmo sou um que defendo a inovação nos jogos - aliás, como a maioria, acredito - e por isso concordo com a opinião do inglês, mas dizer que a utilização do Kinect pode ser a maneira de trazer esta inovação? Por favor, Molyneux, acho que fica menos feio você defender o Fable: The Journey atacando os títulos anteriores da franquia do que fazendo essa propaganda barata, não acha? Existe um monte de jogos lançados por desenvolvedores indies feitos com gráficos da época dos 8-bits e que são jogados com controles tradicionais que provavelmente darão um banho de originalidade nesse novo Fable e acho que talvez o que falte à Lionhead seja justamente isso, tornar-se um pouco mais independente e levar o tempo que for necessário para criar um bom jogo.

[via CVG]

relacionados


Comentários