Meio Bit » Baú » Indústria » Eu não sei como chamar esse artigo. Acho que "iKeyboard sem teclado para iPad"...

Eu não sei como chamar esse artigo. Acho que "iKeyboard sem teclado para iPad"...

iKeyboard é um projeto do Kickstarter que promete dar ao teclado do iPad a sensação tátil da qual muitos sentem falta ao digitar em telas sensíveis a toque.

30/06/2011 às 14:03

DroppedImage

Ouvir. Aprender. Criar.

As boas novas são: há um mundo incrivelmente inventivo lá fora e a regra do jogo é "abra a cabeça" — mas, como você vai ver, não a abra tanto...

As ótimas novas, podem ser coisas como o incrível KickStarter. Um projeto que você já deve ter ouvido falar e que arrebanha quem realmente curte boas idéias e tem o intuito de materializá-las de um modo quase que social-artesanal, de fora para dentro do mainstream.

Algumas pessoas tem facilidade para escolher algo bacana entre muita coisa estranha. Um número menor ainda delas tem a habilidade de separar, rápido, o que não é legal logo de cara, deixando sobrar apenas coisas interessantes.

Tenho flagrado a mim mesmo sapiando pelo Kickstarter mais do que apenas aquele vez-ou-outra só para conhecer e eu te digo, como é joinha respirar o ar de muitas das novas ideias que saem dali.

Afinal, quem pode resistir à idéia ter no próprio cliente em potencial o sponsor do seu grande invento? A idéia central do KickStarter é totalmente excelente. Mas nem tudo que sai de lá é. Ou sorta. Eu explico...

Encontrei um projeto que, como diria a Madame Tamborideguy (sou fã), se chama "iKeyboard". Será que ela usa iPad? Enfim...

Como a maior parte dos projetos do Kickstarter, há um argumento honesto dos objetivos a serem alcançados, a grana necessária para torná-los reais e alguns vídeos para defender a ideia central.

No caso do Ai, QuéiBoardi! a razão pela qual mais uma nova patente aguarda registro está na combatida opinião de que "digitar no iPad é uma experiência simplesmente horrível" (segundo David Pogue, do New York Times e mais alguns nomes do The Wall Street Journal). Inclusive, fazê-lo exige demais do seu cérebro. #cuma?

Tudo bem, cada um tem a sua preferência pessoal. Jóia. Pessoalmente, eu adoro escrever no teclado do iPad e não tenho qualquer problema. Pelo contrário. Para mim, dá tudo certo e não me incomoda nada digitar à vontade, praticamente nem olho para o teclado. Por acaso, esta matéria foi escrita no próprio.

Mas, de volta ao tal teclado — que eu já vou logo avisando, não é um teclado. É um iTroço que, a mais, serve para dizer que somos capazes de criar uma segunda sensação táctil de digitação, ocupando o lugar de um teclado, com a roupa de um teclado. Mas só quando for para escrever. Não para navegar.

Argh! está ficando complexo demais. É o seguinte: o iKeyboard é uma placa de plástico recortada e vazada, com espaços preenchidos por pequenos quadradinhos plásticos que alguém bem mais descolado do que eu chamaria de um "adicional ergonômico de design". Para mim, é um iTreco 5 estrelas (de bizarro!).

Segundo a trupe que o criou, ele serve para devolver ao seu cérebro parte da atenção sequestrada pelo teclado do iPad, que por sua vez exige uma suposta (ma che!) vigilância dos seus olhos sobre cada tecla durante a digitação.

Já me arrependo um pouco de haver pedido a você que abrisse a cabeça lá no começo do texto, mas ainda bem que eu disse "nem tanto".

Eu até concordo que leva um certo tempo para se aclimatar com o fato de que mal você toca no touchscreen to iPad e você já digita uma letra. Mas isso desaparece rápido com o uso continuado.

Imagina como seria bacana atender a uma notificação na tela, um e-mail por exemplo, uma vez que você esteja digitando usando o iKeyboard? Um clique no bubble para abrir o aplicativo de e-mail, remove-se o iTroço, navegamos na tela até o ponto de responder, colocamos o iTroço de volta e começamos a digitar a resposta.

Mas veja, se você tem um iPad, ao menos o seu attention-spam será igual ao de um protozoário: totalmente focado na tarefa em questão: dihitar s3m qu4lqu3r poçib|lid4d3 d3 err4r n4da e s3n c0mprom3tr syas syn4ps£s.

Supimpa! Eu curti #not.

PS: Brincadeiras à parte, eu gostaria mesmo de ouvir alguém com uma opinião favorável ao trocinho. Sério.

Heis, os reels:

http://youtu.be/5SdhPHN3zLk

http://www.youtube.com/watch?v=ChYWJn1K6YI

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários