Meio Bit » Baú » Mobile » [App do Dia] Lost Phone

[App do Dia] Lost Phone

Lost Phone, aplicativo gratuito para Android, permite travar e obter informações relevantes sobre o seu smartphone em caso de perda ou roubo.

28/06/2011 às 11:12

Lost Phone, para Android. Dia após dia, nossos smartphones ganham recursos e, com eles, conteúdo. Se até pouco tempo atrás perder um notebook era, além do prejuízo financeiro, uma confusão só por causa dos dados que se vão com o hardware, o mesmo receio se aplica atualmente aos celulares.

Felizmente, o "smart" no nome que determina os modelos mais avançados não é puro marketing. Aproveitando-se de recursos e características inerentes da maioria dos smartphones, surgiram aplicativos cujo único propósito é defendê-los em caso de perda ou roubo.

A variedade é grande. Microsoft e Apple oferecem soluções oficiais para essa finalidade. No Android, depende dos desenvolvedores terceiros, e é aqui que a tal variedade se mostra. Dentre as diversas opções, o Lost Phone se destaca por ser gratuito. Não custa um centavo, é instalar, configurar e usar.

Configuração que, aliás, poderia muito bem ser chamada "formulário". O aplicativo, depois de instalado, traz um punhado de botões na interface principal, cada um deles levando a um campo a ser configurado.

O modus operandi do Lost Phone é bem simples. Depois de configurado, basta esquecer que ele existe. Apenas em duas situações o app se mostra ao usuário: quando o SIM card é trocado, ou quando alguma das mensagens SMS pré-programadas é disparada para o número.

Tela inicial do Lost Phone. Em caso de perda, basta enviar, a partir de qualquer celular, um SMS com o código secreto (o app gera, mas lhe dá a opção de personalizá-lo). A mensagem pré-programada aparece na tela e o celular é travado; nessa mensagem é interessante informar o nome do proprietário e os três números de telefone que o Lost Phone permite cadastrar, assim, quem o achar terá condições de devolver ao dono. Como o código, além das informações, trava o celular, as chances de quem o encontrar não devolvê-lo caem drasticamente.

Outro código é o de localização, e para que ele funcione bem, é preciso deixar o GPS constantemente habilitado. O desenvolvedor diz que, como o GPS só trabalha quando é solicitado, deixá-lo ativo não afeta a autonomia da bateria. Caso o módulo em questão esteja desligado, a mensagem que o celular retornar dá as coordenadas baseada na pouco confiável triangulação de antenas.

Por fim, para os esquecidos de plantão, uma terceira mensagem aumenta o volume do ringtone para o máximo. Basta, então, ligar para ele e encontrá-lo embaixo do sofá — como ele foi parar lá é outro problema 😉

O problema no caso de roubo é que não existe uma mensagem específica para travar o celular via SMS. Você pode enviar a de perda, porém como essa contém dados pessoais (nome e telefones de pessoas próximas), é arriscado entregar ao bandido tais informações. A esperança é a de que o larápio troque o SIM card, caso em que o travamento é automático e a mensagem exibida na tela, personalizada, diferente da de perda. Ou, no caso, a de localização, mas nesse caso o celular continuará destravado.

O desenvolvedor prometeu novos recursos para breve, como SMS que remove todas as informações do celular, outro que retorna o histórico de ligações recentes, proteção contra desinstalação e flexibilidade para habilitar/desabilitar as proteções. De qualquer forma, pelo que (não) custa e o que oferece, é uma mão na roda.

Você conhece outros aplicativos do tipo, pagos ou gratuitos, que são melhores que o Lost Phone? Compartilhe aí nos comentários!

Leia mais sobre: , , , , , , .

relacionados


Comentários