Meio Bit » Baú » Internet » Curto (e surpreendente) relato de quem tentou se descadastrar de alguns sites e redes sociais

Curto (e surpreendente) relato de quem tentou se descadastrar de alguns sites e redes sociais

Tentamos remover contas em 19 sites. O resultado? Melhor que o esperado. Confira os detalhes e, de quebra, receba algumas dicas para evitar cadastros desnecessários.

27/06/2011 às 17:55

Essa onda de invasões, ataques DDoS, vazamento de senhas... É para se preocupar. Principalmente com os vazamentos, e mais ainda se você tem o (péssimo) hábito de usar uma mesma senha em todos os sites onde possui cadastro.

Cuidado com os spies! Desse mal, eu não sofro. Mas, até mesmo pelo trabalho que desempenho, tenho cadastro num punhado de sites. Uns vingam e passam a integrar a minha rotina profissional e/ou pessoal, outros, a maioria, são usados apenas para fins de teste e, depois, esquecidos para sempre. Ou melhor, esquecidos por mim; eles continuam com meu nome, email e senha — e quem garante que essa está criptografada?

No último fim de semana me propus um desafio que, além de me resguardar, daria um bom assunto para discutir aqui. Aproveitando o gancho das mensagens de boas-vindas que a maioria esmagadora de sites envia após o cadastro bem sucedido, disparei um "welcome" na busca do meu email, o que me retornou, com exceção de algumas mensagens fora de contexto, uma lista quase precisa dos sites onde me cadastrei nos últimos anos.

Depois disso, o trabalho foi entrar em cada um deles, fazer login (de muitos esqueci a senha, o que me forçou a resetá-las) e, então, excluir as contas daqueles que não uso. Fiz o procedimento com exatos 19 sites; o resultado você confere depois do clique.

Confesso que esperava por um desastre completo, o que, aqui, se traduziria em poucos sites com links rápidos e diretos para exclusão de contas. Surpreendentemente, na maioria fui feliz e consegui apagar minha conta com alguns cliques. Uns poucos só permitem a exclusão após solicitação por email (uuhhhh...). E, claro, também me deparei com alguns que não permitem, ou pelo menos fazem de tudo para impedir a exclusão de contas.

O gráfico abaixo dá uma dimensão dos resultados obtidos:

19 serviços testados no total.

O Plixi, que agora é parte do Lockerz, um site bem obscuro que troca pontos por produtos legais (em tese), foi o único que prometeu exclusão por email, mas não o fez. Ou, se excluiu, não me notificou. De qualquer forma, para quem me cadastrou automaticamente e sem me dizer num outro site (eu tinha conta no Plixi, não no Lockerz), não chega a surpreender...

No grupo dos que não permitem a exclusão de contas, estão TweetDeck, eBuddy, Betavine (da Vodafone) e Readability. Com os três primeiros, não teve acordo mesmo. E, justiça seja feita, o Readability oferece, sim, uma opção para excluir conta. Ocorre que comigo ela não funcionou, imagino que por eu estar cadastrado como leitor e publisher na plataforma deles. Detalhes, enfim.

Dentre os que solicitam email para excluir contas, embora esse mecanismo não seja o ideal (desestimula o descadastro), com exceção do Plixi/Lockerz os demais funcionaram a contento, com retorno à mensagem original menos de dois dias depois de enviada. Foram os seguintes: Lightworks, Listening Room, Digg (!) e Nirvana.

Esse golpe baixo não funciona comigo... De resto, os demais consultados todos oferecem links para que o próprio usuário exclua suas contas. Tudo bem que a maioria apela para recursos, histórico no serviço (que você, obviamente, perde) e até gatinhos de olhos grandes e lacrimejantes, tudo para fazer o usuário mudar de ideia, mas se você não tem coração está convicto da exclusão, não criam empecilhos para tal. Foram os seguintes: foursquare, thoughtboxes, Goodsie, Hashable, Memolane, Meebo, Flock (esse pereceu mesmo), Springpad, Plinky e HootSuite.

O Plinky, aliás, oferece uma opção muito legal que, até onde sei, o Facebook também disponibiliza: suspensão da conta. Ela continua existindo, mas fica inativa por tempo indeterminado, sem notificações ou qualquer outra interação dentro da rede. Isso não ajuda em nada no caso de um vazamento de informações, mas para quem quer "dar um tempo" em determinada rede, é uma saída legal.

O MakeUseOf trouxe, recentemente, uma lista de sites que ajudam usuários a excluírem suas contas em sites e redes sociais. São eles: Account Killer, Suicide Machine e Delete Your Account. Além disso, uma boa saída para testar novos sites sem se chatear com a criação de contas e senhas é o BugMeNot. Basta pesquisar pelo site desejado e, se o sistema retornar alguma "dummy account", usar os dados para entrar, dar uma olhada e, se for o caso, aí sim criar a sua conta privada.

Vale citar, ainda, que essa mini pesquisa pessoal não se estendeu a blogs e fóruns, onde a situação é bem complicada. A maioria dos sistemas populares e gratuitos, do WordPress ao phpBB, não oferece, por padrão, opções para quem o próprio usuário encerre a sua conta. A solução é apelar para a boa vontade do webmaster, o que nem sempre surte efeito.

Outra ressalva válida é que o fato de eu ter excluído minhas contas nos sites citados nesse post não significa necessariamente que são serviços ruins. Apenas não os uso, seja por falta de utilidade para mim, ou por já usar outras soluções com propósitos semelhantes. Alguns, inclusive, são bem bacanas, como o thoughtboxes, Goodsie e Plinky.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários