Meio Bit » Arquivos » Games » Produtor quer Street Fighter com personagens customizáveis

Produtor quer Street Fighter com personagens customizáveis

24/06/2011 às 13:55

dori_stre_22.06.11

O maior mérito do produtor Yoshinori Ono com o Street Fighter IV foi ter conseguido reconquistar os jogadores menos dedicados aos jogos de luta, mas que adoravam disputar algumas partidas contra o computador ou algum amigo. Milhões de cópias (e versões) vendidas depois, o japonês ganhou o direito de fazer alguns “experimentos”, como colocar os World Warriors para duelar contra os personagens da série Tekken, jogos de estilo bastante diferentes, e durante uma entrevista ao site GamePro, ao ser questionado sobre o que desejaria implementar na franquia Street Fighter e que ainda não teve oportunidade, ele respondeu:

O que eu gostaria de fazer um dia, se possível, seria pegar esses personagens – como o Ryu, Chun-Li, Abel e Juri - e fazer um jogo em que os usuários possam customizar eles num alto nível. Não falo sobre suas roupas ou algo desse tipo, mas efetivamente customizar quais movimentos eles usam - o timing deles, suas forças, suas fraquezas - então o meu Ryu poderia ser muito diferente do seu Ryu. Além do nosso conjunto de habilidades ser diferentes, nossos personagens poderiam ser diferentes.

Ono então cita como exemplo a Formula 1, dizendo que há regras que precisam ser obedecidas, mas que cada carro possui peças distintas, sobrando para o piloto fazer o resto e que seria fantástico poder simular algo assim num jogo de luta.

Gostei do conceito, mesmo achando que seria bem estranho ver o Sagat desferindo um Tatsumaki Senpuu-Kyaku ou o Ken dando o choque do Blank e talvez a intenção nem seja permitir que os golpes especiais sejam modificados, mas é inegável que a ideia abre um enorme leque de possibilidades. Só fico na dúvida se eles conseguiriam manter a jogabilidade equilibrada e talvez eles poderiam aproveitar também e permitir criarmos um personagem do zero, usando um editor como os dos jogos da EA Sports e até mesmo nos deixar montar cenários novos.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários