Meio Bit » Baú » Games » EA admite perda de fãs com o Dragon Age 2

EA admite perda de fãs com o Dragon Age 2

Para chefão da EA Games, mudanças no jogo fez com que muitos fãs abandonassem a franquia.

17/06/2011 às 13:42

dori_da2_14.06.11

Quando um título consegue conquistar um grande número de jogadores por trazer alguns elementos diferentes do que estamos acostumados, normalmente a sua sequência preocupa-se apenas em expandir o universo e não mexer muito na sua estrutura, buscando assim manter pelo menos os fãs do anterior. Com o Dragon Age 2 isso não aconteceu. Buscando ampliar o seu público, a BioWare fez algumas mudanças na mecânica do game que não agradaram a todos e apesar de muitas análises o classificarem como um bom jogo, mas que poderia ter sido muito melhor, não é muito difícil encontrar jogadores que reclamaram da produção.

Uma boa notícia para essas pessoas é que durante uma entrevista Frank Gibeau, presidente da EA Games, reconheceu que o DA2 fez com que eles perdessem alguns fãs.

Ficamos desapontados com algumas respostas dos fãs, porque queríamos que eles estivessem tão empolgados quanto nós estávamos. Ficamos muito orgulhosos do jogo. Tentamos inovar e fazer algumas coisas novas com o sistema de combate e a maneira de contar a história. Para alguns fãs isso funcionou bem. Na verdade, trouxemos vários novos jogadores para a franquia Dragon Age., mas para ser honesto, também perdemos muitos deles. Eles não ficaram satisfeitos com algumas das inovações e coisas que fizemos. Nós entendemos isso e estamos ouvindo eles.

Outro indício de que no terceiro jogo da franquia eles poderão voltar à origem está na declaração dada por Gibeau de que Ray Muzyka e Greg Zeschuk, os dois principais nomes da BioWare, sempre estiveram atentos aos pedidos da comunidade, mas como ainda não comecei a jogar nem o Dragon Age Origins, gostaria de saber a opinião de quem encarou os dois, as reclamações realmente procedem? Há tantos motivos assim para quem gostou do primeiro não curtir muito a sequência?

[via Eurogamer]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários