Meio Bit » Baú » Fotografia » Pentax O-GPS1 - um acessório interessante

Pentax O-GPS1 - um acessório interessante

05/06/2011 às 19:09

Georeferenciamento em fotografia já não é mais uma tecnologia distante. Lembro dos primeiros aparelhos que apareceram que se conectavam a nossos equipamentos fotográficos. Eram grandes e custavam muito caro. Agora a realidade está mudando e já temos até algumas câmeras compactas que possuem o recurso incorporado. Sonhemos todos juntos com o dia que as DSLR (desde as mais baratas até as mais caras) também possam nos oferecer esse conforto.

Porém, antes que isto aconteça, alguns fabricantes poderiam aprender com a Pentax e seu pequeno O-GPS1. O aparelho é compacto e se encaixa na sapata hot-shoe do flash. Ele é compatível com os modelos Pentax K-5, K-r e com a médio formato 645D (desde que o firmware seja atualizado para a versão mais recente). Mas, o que torna o aparelho tão interessante é que ele vai além do registro apenas da latitude e longitude. O GPS insere no exif das imagens latitude e longitude, a altitude em que se encontra a câmera, marcação de hora UTC (Tempo Universal Coordenado) e a direção que a câmera estava virada no momento da foto. Esses dados podem ser reconhecidos facilmente por programas como o Google Earth.

O O-GPS1 também pode ser utilizado como um GPS de navegação ajudando você a encontrar destinos a partir do local onde você se encontra. Claro que não devemos esperar um grande desempenho nessa área, mas serve para quebrar um galho na hora da necessidade. Outra função útil é a de bússola eletrônica, mostrando no visor LCD do equipamento a direção em que a lente da câmera está apontando em relação ao norte verdadeiro.

Porém, a função que mais me impressionou e que gostaria de ver funcionando, é a chamada Astrotracer. Ela funciona com a linha digital da Pentax que tenha a função de redução de vibração no sensor, mais especificamente a tecnologia Magnet-driven SR System. Você que gosta de astrofotografia vai achar isso o máximo. Ao apontar a câmera para o céu o GPS se utiliza das informações de latitude e longitude, além dos dados dos sensores magnéticos e de aceleração para calcular o movimento dos corpos celestes. Dessa forma, o GPS movimenta o sensor dentro do sistema anti-vibração para que as estrelas ou planetas não borrem a imagem durante a longa exposição. Se isso funcionar direito deve ser uma coisa a se considerar na hora de comprar a sua primeira DSLR.

O Pentax O-GPS1 vai estar disponível em junho ao preço estimado de US$ 249,95.

Fonte: Dpreview

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários