Meio Bit » Baú » Indústria » Será que as gravadoras estão acordando?

Será que as gravadoras estão acordando?

20/09/2006 às 1:23

Depois de processar meio mundo (vivos ou mortos), tentar enfiar o DRM goela a baixo de todos os usuários e mais algumas sandices que só alguém que não entende nada de Internet poderia pensar, parece que as gravadoras estão começando a entender o recado.

Não adianta oferecer algo que atrapalha o usuário mais caro do que algo que ele consegue obter gratuitamente.

A existência de uma forma de controle, em si, não me incomoda e a possibilidade de obter legalmente uma coisa que desejo é sempre muito bom.

O grande problema com o DRM é querer controlar o que você pode ou não fazer com algo que você comprou e não estou nem falando de compartilhar (que seria crime), mas sim querer gravar para escutar no carro ou em outro aparelho, por exemplo.

Mas movimentos recentes das gravadoras fazem acreditar que, pelo menos, estão testando novas alternativas de distribuição.

Depois da parceria entre a Warner e o YouTube (onde a Warner, inclusive, estimula o uso das obras que detem o direito, pelos usuários), da Universal estar pensando em fazer a mesma coisa a grande promoção do momento é um CD completo, disponível para download por $9.99, sem DRM no Yahoo.

Exatamente o que você leu.

Por enquanto são casos isolados de artistas desconhecidos, mas só o fato de testar já mostra que acendeu a luz na cabeça das gravadoras.

Resta esperar para ver como estes testes vão desenrolar e se as gravadoras vão realmente mudar de pensamento.

Atenção aos comentarios: Pirataria é crime, portanto não é uma opção para resolver o problema e comentários fazendo apologia a pirataria serão apagados.

Via: [arstechnica]

relacionados


Comentários