Meio Bit » Baú » Hardware » Google enfim anuncia os Chromebooks: a partir de 15 de junho, começando em US$ 349 (ouch!)

Google enfim anuncia os Chromebooks: a partir de 15 de junho, começando em US$ 349 (ouch!)

Google, enfim, anuncia os primeiros Chromebooks comerciais, da Samsung e Acer.

11/05/2011 às 15:12

Chromebooks

Após quase dois anos em desenvolvimento (parece que foi ontem!), finalmente veremos os primeiros portáteis com o Chrome OS nas gôndolas virtuais da Amazon e nas reais da Best Buy, nos Estados Unidos. Alguns outros países, como França e Inglaterra, também terão Chromebooks à venda nessa primeira fase.

Foram anunciados hoje, no segundo dia de Google I/O, os primeiros modelos comerciais de notebooks do Chrome OS, chamados "Chromebooks". Note que, em vez de netbooks, a Google optou por dar uma turbinada nos modelos e lançará notebooks mesmo, ou algo mais próximo disso do que de netbooks.

Os primeiros modelos são assinados por Samsung e Acer. O da Samsung, Series 5, tem tela de 12,1" e vem em duas versões, uma Wi-Fi-only, por US$ 429, e outra com 3G, por US$ 499. O da Acer é menor, tem tela de 11,6" e começa na casa dos US$ 349. Eles podem ser vistos na lojinha especial da Amazon.

Samsung Series 5.

Samsung Series 5. (Clique para ampliar)

Os preços são meio assustadores, considerando a teórica simplicidade do sistema e a promessa de computadores leves, baratos e rápidos. Poxa, com US$ 499 dá para comprar coisa muito boa lá fora. Netbooks com especificações idênticas ou até melhores que as do Acer, o modelo mais barato, são encontradas por muito menos... E esses vêm com sistemas completos, não apenas o navegador.

Se a Google tinha alguma pretensão de entrar de sola no segmento de notebooks, deveria ter batido forte no preço. O CR-48, modelo conceito distribuído gratuitamente para beta testers no final do ano passado, passou longe de ser uma unanimidade. Quem gostou, achou legal o fato dele iniciar rápido e acessar a web sem firulas. Mas será que isso é o bastante para, numa comparação lado a lado com um notebook convencional, com preços parelhos, um consumidor comum levar o Chromebook?

Deixo a resposta a cargo de vocês.

relacionados


Comentários