Meio Bit » Baú » Indústria » Semana Star Wars: General Grievous 1.0

Semana Star Wars: General Grievous 1.0

Robôs com sabres de luz dançando e lutando.

11/05/2011 às 9:16

Grievous

O General Grievous é aquele ciborgue tuberculoso que foi pra vala no Episódio 3, depois de tomar um teco de blaster do Obi-Wan, aquele hipócrita que passa o tempo todo dizendo que blasters são armas deselegantes para épocas não-civilizadas.

Apesar de parecer quase inválido no longa, na excelente Clone Wars de Genndy Tartakovsky ele era um BAMF total, mandando pra vala um monte de Jedis, até tomar uma surra do Master BAMF Julius Shaft Nick Fury Mace Windu, o Jedi com aquilo roxo. Por isso a tuberculepra do prejudicado vilão metálico.

A idéia de robôs usando sabres de luz é algo muito atraente para a mente geek, por isso estranho ter demorado tanto. Pior, além de só ter surgido em 2009, não foi exatamente bem executada.

A Yaskawa Eletric Company, um daqueles megaconglomerados japoneses que nos gibis competem com a Indústrias Stark, em 2009 conseguiu o FEITO de gerar vergonha alheia mesmo misturando robôs e sabres de luz. Em uma feira colocaram 3 robôs Motoman semi-humanóides portando sabres para… dançar.

Pois é, virou uma mistura de Glee com Exterminador do Futuro, vejam:

Felizmente alguém avisou que dancinha com sabres de luz é algo que Lucas não fez NEM no especial de Natal e que só se encaixaria em Star Wars se a série tivesse sido escrita pelo Tolkien. A empresa se redimiu e em 2011 colocou robôs menos afetados (sorry, 3PO) lutando:

Agora sim, podem vender seu peixe de velocidade e precisão (todo fã sabe o quanto essas espadinhas de prástico são frágeis) sem causar vergonha alheia.

Só falta alguém ter paciência de rotoscopar os efeitos visuais e tacar um efeito sonoro, e o vídeo ficará perfeito.

Claro, ainda prefiro o jeito mais tradicional de chamar atenção em stands de feiras de tecnologia orientais: japinhas.

Fonte: Akihabara News.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários