Meio Bit » Baú » Software » Django: o "Rails" da linguagem Python

Django: o "Rails" da linguagem Python

31/08/2006 às 16:50

Desenvolvimento web, ao contrário do que os usuários pensam, não é fácil. A aparente simplicidade esconde camada após camada de lógica de negócios, acesso a dados, gerenciamento de bancos de dados, coleta de informações e tudo isso deve funcionar em inúmeras versões de browsers em sistemas operacionais diferentes.

Coloque em cima disso, a completa falta de padrões. Ou melhor, os padrões existem, mas estão longe de serem unânimes. Uma das tarefas mais repetitivas e chatas do desenvolvimento é a camada de acesso a dados, a Data Access Layer (DAL para os íntimos), enquanto o que realmente importa para os usuários é a interface e a Business Logic Layer. Agora adicione a esse tempero todo, prazos curtos, curtíssimos. Sistemas que normalmente seriam necessárias 3 pessoas 1 semana, precisam ser feitas em 2 dias por 2 pessoas, quando isso.

Quem usa Ruby on Rails não quer mais saber de Java para aplicativos web. Não que o Java seja ruim, mas ele brilha mais em aplicações embarcadas mais do que ninguém, por exemplo. Mas isso requer o aprendizado de outra linguagem. Mesmo sendo fácil, são algumas semanas para se sentir confortável e aprender os truques e atalhos, o famoso "bacalhau".

Os desenvolvedores de Python estão com sorte, pois o DJango faz para essa linguagem o que o Rails fez pelo Ruby. É uma plataforma para desenvolvimento de aplicativos web com prazos curtos, open source, removendo o trabalho tedioso do desenvolvimento, como interfaces para inserir e atualizar dados.

Uma das frases que eles gostam de repetir é "desenvolvimento web com prazos de jornalismo". Interessado(a)? Visite o website http://www.djangoproject.com/.

Fonte: eWeek

relacionados


Comentários