Meio Bit » Baú » Mobile » Taposé promete trazer para o iPad toda a magia do lendário Courier, da Microsoft

Taposé promete trazer para o iPad toda a magia do lendário Courier, da Microsoft

Taposé promete trazer funcionalidades do finado projeto Courier, da Microsoft, para o iPad, da Apple.

02/05/2011 às 16:47

O que justifica uma empresa atiçar consumidores com um conceito matador, fazer meio mundo desejar com força o produto fruto desse conceito e, no fim das contas, "matar" o projeto antes mesmo dele ver a luz do dia?

É difícil responder essa pergunta. O motivo mais comum é a inviabilidade técnica da tecnologia de que dispomos atualmente. Ou, ainda, custos elevados, o que daria ao resultado um preço proibitivo. Existem diversas outras razões, compreensíveis ao grande público ou não, que impedem que excelentes ideias sejam executadas, ainda que provisoriamente.

Para ilustrar esse papo introdutório, relembremos o Courier, da Microsoft. O conceito surgiu antes do iPad ser anunciado, em setembro de 2009, quando os rumores do então "iTablet" estavam fervilhando. O Courier era inovador mesmo antes de todo o segmento de tablets se formar. Com suas duas telas e uma arriscada, porém agradável interface que representa elementos reais, quase como um diário, parecia ser o companheiro ideal para organizar nossas vidas, o PIM definitivo, o sucessor espiritual das agendas de papel às quais muita gente, ainda hoje, não largam por nada nesse mundo.

Parecia um concorrente de peso para o futuro iPad, bem melhor que o Slate da HP e seu desengonçado Windows 7. Mas morreu na praia. O projeto foi engavetado, já era, fica para a próxima.

Taposé: Courier revive no seu ex-futuro-maior concorrente.

Taposé: Courier revive no seu ex-futuro-maior concorrente. (Clique para ampliar)

Parte do que seria o Courier, porém, pode aparecer no mais improvável dos lugares. iPad. O tablet da Apple segue à risca o fenômeno da empresa que o precedeu, o iPhone: quase todas as coisas mais legais são feitas para ele. Vendo por esse ângulo, talvez esse "port" do Courier não seja, afinal, tão surpreendente...

Dentre tantos projetos bacanas (e nem tanto...) que aparecem no Kickstarter, o Taposé chama a atenção. Seus idealizadores, Benjamin e Rick, não escondem que a inspiração vem do tablet-conceito da Microsoft. Pelas limitações do iPad, como ter uma tela, o Taposé tem alguns diferenciais, como uma barra central móvel que "separa" as páginas, mas na essência, tudo lembra muito o Courier. Muito mesmo!

A dupla promete uma ferramenta completa para organizar anotações e desenhos, tudo integrado a mapas, páginas web e imagens, esses nos aplicativos padrões do iOS. Você pode, por exemplo, arrastar um endereço para o app de navegação do sistema e ter a rota curva-a-curva na hora. Os documentos são organizados em cadernos, numa abordagem que lembra o OneNote, também da Microsoft. Na teoria, tudo muito bom e bonito.

O Kickstarter é um site de crowdsourcing, ou seja, as ideias surgem ali com um valor de execução atrelado. Se os financiadores (eu, você, qualquer um) conseguirem levantar o montante pedido, os donos da ideia pegam a grana e partem para o trabalho pesado. Os doadores, além de terem acesso ao resultado da brincadeira, ainda podem ganhar algum mimo. O caso emblemático de crowdsourcing é o do Diaspora — lembra?

Enfim, o Taposé consegui bater a marca necessária para ser levado adiante. Benjamin e Rick precisavam de US$ 10 mil, já têm quase US$ 15 mil. Agora é esperar a dupla trabalhar e apresentar o resultado. Vai que, numa dessas, algum executivo da Microsoft vê o Taposé e decide ressuscitar o Courier, não?

Via @roniuj.

relacionados


Comentários