Meio Bit » Baú » Fotografia » Elcomsoft encontra falha em sistema de autenticação de imagens da Nikon e põe a fabricante japonesa contra a parede

Elcomsoft encontra falha em sistema de autenticação de imagens da Nikon e põe a fabricante japonesa contra a parede

Empresa russa quebra criptografia de máquinas profissionais da Nikon.

02/05/2011 às 8:46

first.jpg

Pesquisadores de segurança identificaram uma falha no sistema de autenticação criptografada de imagens da Nikon. A russa Elcomsoft informou que é possível extrair a chave de verificação original da imagem dos modelos D3X, D3, D700, D300S, D300, D2Xs, D2X, D2Hs, e D200 da marca.

Wuuf! quer dizer que a minha D90 está safa? Não, seu Bit. Todas as SLRs high-end da Nikon estão vulneráveis ao tal exploit, isso porque praticamente toda a linha utiliza o mesmo sistema proprietário de segurança.

A Elcomsoft ainda não explicou claramente como conseguiu descobrir o tal glitch, mas procurou dar provas visuais publicadas na mídia, onde uma capa do álbum Abbey Road, dos Beatles, é sobreposta ao cenário de uma paisagem russa.

A Canon até que poderia sorrir com o escorregão da sua maior competidora, não fosse o fato da revelação vir a apenas dois meses após a notícia de que um pobrema similar fora encontrado em suas máquinas também.

Olga Koksharova, diretora de marketing Elcomsoft, disse que a empresa não tem a intenção de lucrar com a descoberta. Sei... Vão montar uma fábrica de ventuinhas e viver de brisa. Hmm-hmmm!

Para quem não sabe, a Elcomsoft é instantaneamente lembrada pelas grandes marcas como aquele chato extremamente útil (e que ganha muito bem) que sempre acha em meio ao impossível aquilo que ninguém mais consegue ver no que diz respeito à segurança.

Dos sucessos que se tributam mais recentemente à empresa estão brechas de segurança em um programa de backup dos BlackBerry da RIM, escandalinhos tipo arroz-de-festa em iPhones e uma recente batida de vodka com a venda de um programa capaz de "recuperar" com extremo sucesso chaves encriptadas de redes Wi-Fi.

Segundo a empresa, a Nikon não se mostrou interessada em trabalhar com eles e não respondeu os seus primeiros emails enviados discretamente para o seu QG. Como disse Olga, "... entendemos que a descoberta seria interessante ao menos, para o mundo".

E aí, Nikon?

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários