Meio Bit » Baú » Internet » About.me faz o caminho contrário e passa a oferecer cartões de visita físicos gratuitamente

About.me faz o caminho contrário e passa a oferecer cartões de visita físicos gratuitamente

Agora o about.me oferece, em parceria com a MOO Cards, cartões de visita físicos, gratuitamente, que combinam com o seu perfil virtual.

26/04/2011 às 8:10

Já substituímos câmeras com filme pelas digitais, arquivos físicos por pastas no computador, jogos em caixinha/DVD pelos vendidos via download. Os custos e os benefícios dessa migração para o intangível, na maioria dos casos, fala mais alto.

Outro aspecto das nossas vidas que, pouco a pouco, migram para o abstrato, é o cartão de visita. Aqui mesmo, no Meio Bit, já mostramos cinco opções bacanas de cartões de visita virtual, ou páginas pessoais, para centralizar seu perfil na web. Cada uma tem seus pontos fortes e fracos, mas todas cumprem bem o que se dispõem a fazer.

O mítico cartão de visitas de Mark Zuckerberg.

O mítico cartão de visitas de Mark Zuckerberg.

O problema acontece quando saímos da frente do computador para cumprir alguma tarefa no "mundo real", seja um encontro com clientes (em potencial), seja uma apresentação, palestra ou mesmo um encontro imprevisto e informal. Você pode confiar na quase sempre falha memória das pessoas e soltar um "me procura em dáblio dáblio dáblio..."; talvez até funcione, mas a impressão que fica é a de desleixo ou, no mínimo, pouca atenção para com a sua imagem. Os celulares? Guardam a informação, mas sem aquele toque pessoal.

É por essas e outras que cartões de visita, aqueles tradicionais, feitos em papel, ainda fazem tanto sucesso. Até a startup mais descolada/hipster possível não o dispensa — nem o Facebook o dispensa. Existem até lendas e histórias bacanas em torno desses cartõezinhos, como o de Matt Mullenweg, que no passado só trazia a inscrição "pesquise 'matt' no 'Estou com sorte' do Google" (depois ele mudou porque o "Where The Hell Is Matt?" lhe tomou a primeira posição), ou o cartão de metal de Steve Wozniack.

Exemplo de cartão de visitas do About.me.

Exemplo de cartão de visitas do About.me.

Eu já fiz o meu, com parcas técnicas de edição gráfica. Simples, direto, sem firulas e, a despeito dos que decretam a morte dele, com um QR Code bem grandão que sempre, sem falha, desperta curiosidade e chutes para lá de inusitados dos que o desconhecem sobre o que são aquelas linhas — um dos mais legais: "é um labirinto para a gente jogar na fila do banco?".

Nem todos têm paciência para esse trabalho, arrisco até dizer que alguns são menos habilidosos com artes gráficas do que eu. Para todos esses, o about.me, uma daquelas sugestões de sites para criar o seu cartão de visita virtual, juntou-se à MOO e está oferecendo, gratuitamente, 50 cartões de visita "físicos".

Não é o cartão de visitas mais elaborado do mundo, mas quebra o galho fácil. Vem com a foto que ilustra o seu perfil no site e, no verso, nome, headline, URL e email, além do QR Code. O pedido pode ser feito a partir da nova guia Offers, e o usuário só paga as despesas de envio, que ficam em torno de US$ 5,50.

Para quem utiliza o about.me (e me impressiona como cada vez mais e mais pessoas vêm o adotando), é uma excelente pedida para conciliar, de forma harmoniosa, o virtual e o real.

relacionados


Comentários