Meio Bit » Baú » Games » Os dias em que a PSN parou

Os dias em que a PSN parou

25/04/2011 às 17:39

dori_psn_25.04.11-2

Desde que comprei o Playstation 3 eu questiono o pagamento de anuidade da Xbox Live. Não que eu ache o valor abusivo, muito menos que o serviço não tenha qualidade, mas com exceção da velocidade de download, nunca achei que a rede da Sony ficasse muito atrás daquela usada pelos donos de um Xbox 360. Digo isso porque no PS3 eu sempre consegui jogar online sem muitos problemas, praticamente sem lags, mas desde a semana passada tem ficado evidente que a companhia japonesa ainda precisa aprender muito com a Microsoft em relação a como montar um serviço como este.

Como todos aqueles que possuem um Playstation 3 devem saber, a PSN deixou de funcionar na última quarta-feira a noite, justamente numa semana em que o videogame receberia dois dos principais jogos do mês e que contam com um forte apelo para o multiplayer online, o SOCOM 4 e o Portal 2. A princípio havia sido divulgado que o problema duraria algumas horas, mas dia a após dia Patrick Seybold, diretor de comunicações e mídias sociais, tem atualizado o blog oficial da plataforma apenas com informações vagas sobre estarem trabalhando duro para alcançarem uam solução e no último post o executivo disse que ainda não sabem quando a rede voltará a funcionar.

Alguns podem até pensar, “ah, mas são apenas alguns jogadores que ficarão sem se divertir pela internet,” no entanto, o problema pode ser muito maior, pois empresas estão perdendo muito dinheiro, já que através da PSN elas comercializem seus produtos, seja através da venda de jogos e conteúdo adicional, distribuição de músicas como faz o Qriocity ou mesmo aluguel de filmes, como faz a Netflix. Há também o caso de alguns jogos que mesmo no singleplayer só funcionam quando estamos conectados e além disso, a rede teria sido derrubada após um ataque, o que já havia acontecido no começo do mês quando um grupo conhecido por Anonymous saiu em defesa de George "Geohot" Hotz, aquele que destravou o Playstation 3, que após prometer o maior ataque que já presenciamos, alega não ter envolvimento com este episódio. Para piorar a situação, a Sony ainda não sabe dizer se os dados das mais de 70 milhões de contas teriam caído nas mãos desses supostos invasores, o que poderia causar imensos problemas à muita gente.

dori_psn_25.04.11 É verdade que ao nos inscrevermos na PSN há uma clausula que garante à Sony o direito de tirar o serviço do ar para que manutenções sejam feitas e por se tratar de um algo que dispensa pagamentos pode nos passar a impressão de que o prejuízo é pequeno, no entanto, não seria errado dizer que uma rede online gratuita é um importante fator na hora de escolher um console e se soubessem que ela é tão instável, é provável que muitas pessoas tivessem optado pelo XBox 360 e também não podemos esquecer que mesmo aqueles assinam a PSN Plus estão no escuro, se perguntando o que a companhia fará para lhes ressarcir destes dias pagos e não aproveitados.

Mesmo acreditando que todos os jogadores abririam mão de alguns horas de jogatina online para ter um serviço mais seguro e que não volte a ficar muito tempo fora do ar - alegação da Sony para tanta demora - não deixa de ser lamentável o fato de que, primeiro, a gigante japonesa não estava preparada para um problema tão grande, talvez até mesmo desconhecendo a vulnerabilidade da PSN e segundo, eles estarem passando a sensação de que não sabem muito bem o que estão fazendo.

Será que com no término deste episódio a Sony conseguirá resolver o problema da pirataria no Playstation 3? Será que os trapaceiros serão varridos da PSN? E o serviço, funcionará somente quando os invasores se cansarem da brincadeira? São perguntas difíceis de serem respondidas, mas a certeza por enquanto é que mesmo com a sua plataforma tendo sido afetada pela pirataria muito antes do PS3, a Xbox Live nunca teve algo sequer semelhante com o que estamos vendo e mostra o quão melhor estruturada ela é.

Update: Se você ainda tinha dúvidas sobre a gravidade da situação, a Sony admitiu que os dados de todas as contas podem ter vazado, portanto, fique atento e assim que o serviço voltar a funcionar, troque sua senha.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários