Meio Bit » Baú » Hardware » O Acidente Aéreo No Chão Mais Impressionante do Dia

O Acidente Aéreo No Chão Mais Impressionante do Dia

12/04/2011 às 11:14

airbus-a380

Embora seja especialmente caprichado no Brasil o Caos Aéreo é um problema mundial. São MUITOS vôos, aeroportos estão sobrecarregados, as vias aéreas operam de forma tão precária que qualquer incidente gera um efeito cascata e chegamos ao ponto de ser melhor viajar de ônibus do que de avião, em algumas rotas.

A solução para isso, fora Stargates é diminuir o número de aviões e aumentar a capacidade de passageiros das aeronaves. O A380 é uma resposta da Airbus para essa tendência, levando 519 passageiros em algumas configurações. Esse monstro de dois andares tem 72 metros de comprimento. O primeiro vôo do 14 Bis, em 23 de Outubro de 1906 percorreu a distância de 60 metros, a uma altitude de 3 metros. Com uma altura de 24 metros, o feito de Santos Dumont poderia ser reencenado dentro de um A380 e sobraria espaço.

Claro, há desvantagens desembarcar essa infinidade de passageiros e bagagens é um inferno, e os fingers, aquelas passarelas articuladas de desembarque terão que ser reprojetadas, mas melhor esperar no chão do que no ar.

Agora a parte suculenta: Esse MONSTRO não oferece uma visibilidade em solo muito boa para os pilotos, e os aeroportos ainda não se adaptaram a algo tão grande. O resultado é que ontem, no aeroporto John F. Kennedy em Nova York um A380 da Air France estava taxiando tranquilo sem perceber que sua envergadura de quase 80 metros invadia a área reservada para outros aviões. Lá estava um patético CRJ-700 da Bombardier, empresa canadense concorrente da Embraer.

Quem estava no A380 nem sentiu, mas os 62 passageiros do CRJ-700 devem ter tomado um senhor susto, veja só:

Entendeu agora PORQUÊ é importante entrar, sentar e colocar a porcaria do cinto de segurança, mesmo com avião no solo?

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários