Meio Bit » Baú » Internet » America Online perde noção da realidade e divulga dados de 657.427 usuários

America Online perde noção da realidade e divulga dados de 657.427 usuários

08/08/2006 às 12:58

A America Online, que
já foi praticamente sinônimo de Internet, está perdendo uma média e um milhão de usuários / mês, todo mundo
abandonando seus planos de US$29,90 por acesso discado.

No desespero para tentar aparecer, o America Online Labs divulgou um arquivo de 2GB com buscas feitas por seus
usuários, em uma espécie de "veja como nosso serviço é utilizado!", fornecendo as buscas feitas por 657.427
usuários.

Apagaram os nomes, mas mantiveram o resto das informações, como números de seguro social, nomes de família e
telefones. O resultado? Um monte de gente identificada por outros meios, perfis analizados e privacidade jogada no
lixo.

Acharam um professor pedófilo, um sujeito procurando meios de matar a esposa, gente procurando por "Nazi woman
porn" e muito mais. Ou seja: Você, cliente PAGANTE da AOL, agora está com suas mais profundas perversões
(inofensivas ou não) expostas ao mundo. Se eu uso o serviço para procurar por "anões besuntados", isso
deveria ficar entre eu e meu provedor.

Diante do absurdo e completo desrespeito à privacidade de seus usuários PAGANTES, a AOL removeu o arquivo.

Claro que como aquela menina de
Pompéia
descobriu da pior maneira, depois que algo cai na Internet, já era, e Mirrors do arquivo não faltam, sem falar via Bit Torrent, no Pirate Bay.

Seria interessante alguém fazer uma vivisseção (com auxílio de um neurocirurgião e um gastroenterologista) para
confirmar o que os executivos da AOL têm na cabeça.

Já não bastam as histórias de terror com usuários tentando
cancelar suas contas e não conseguindo, já não basta
Maxine Gauthier
, que levou meses para cancelar a conta do pai falecido, tendo que ouvir "Melhor você
aprender a usar um computador", de um atendente, agora isso?

Que mais eles guardam na manga para os usuários que ainda não abandonaram o barco?

Não dá para ficar triste, com a saída deles do
mercado brasileiro
. Uma empresa dessas não faz falta nenhuma.

Via Slashdot

relacionados


Comentários