Meio Bit » Baú » Software » A partir do Ubuntu 11.04, Canonical não fará mais envio gratuito de CDs de instalação da distro

A partir do Ubuntu 11.04, Canonical não fará mais envio gratuito de CDs de instalação da distro

Canonical anuncia que não enviará mais CDs de instalação do Ubuntu gratuitamente. Economia servirá para ajudar na divulgação do sistema.

05/04/2011 às 16:08

A Canonical, além de manter uma das distribuições Linux mais amigáveis do mercado, ataca muito bem num ponto onde o Linux, genericamente falando, costuma falhar: marketing. Eles têm uma identidade visual bacana e marcante, lojinha de produtos, e não poupara facilitar o uso do Ubuntu e dizer aos quatro ventos o que estão fazendo.

Algumas decisões podem soar estranhas e até controversas, mas fato é que eles não ficam parados. Mesmo quando uma decisão aparenta ser um retrocesso, existe uma boa fundamentação para a mesma, tanto que, no fim das contas, a sensação que se tem é de que a mudança, afinal, é positiva.

CD de instalação do Ubuntu 10.10.

CD de instalação do Ubuntu 10.10. (Foto por Kwok-wai YUEN)

Foi anunciado, no blog da Canonical, que a partir do Ubuntu 11.04, atualmente em estágio Beta, o programa ShipIt será descontinuado. Esse programa consiste no envio, gratuito, de CDs de instalação da distro para serem distribuídos. Qualquer um podia pedi-los, com a premissa de fazer sua parte e ajudar na divulgação do sistema.

A bem da verdade, o programa continuará existindo, mas será mais controlado. A distribuição de CDs será concentrada nas LoCos, as comunidades locais do Ubuntu espalhadas pelo mundo. No Brasil, de acordo com a wiki, existem três. Para quem mora longe das sedes desses grupos e/ou gosta de ter o CD oficial, bonitinho, ainda haverá a opção de comprá-lo na loja oficial, a preço de custo mais despesas de transporte. E, para os que abraçam a causa e querem contribuir na divulgação espalhando CDs por aí, nada impede que qualquer um baixe a imagem, queime num disco e o replique para distribuir. Software livre, copie, modifique e/ou redistribua sem peso na consciência.

Com a economia pesada que a Canonical terá com o fim do ShipIt, haverá três frentes de investimentos. A primeira será para bancar o envio de CDs para as LoCos e distribuidores oficiais, que, aliás, também terão vez e continuarão com a tarefa de espalhar a instalação do Ubuntu por aí. A segunda é bastante promissora: um sistema de "trial"/testes do Ubuntu, rodando na nuvem, que objetiva prover a usuários de Windows o primeiro contato com o Ubuntu. Por fim, o restante do dinheiro será destinado a iniciativas que visam levar o Ubuntu para ambientes mais "mainstream", com abordagens dierenciadas não reveladas pelo blog.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários